O Avaí “soube sofrer” diante do Cruzeiro apesar da vitória. Vejam as estatísticas do jogo

Pedro Castro sai para comemorar o gol do Avaí – Foto: André Palma Ribeiro/Avaí F.C

Olhando friamente as estatísticas do jogo do Avaí diante do Cruzeiro no Mineirão na noite da última sexta, notasse que o Avaí teve pouca posse da bola, não atacou e foi claramente envolvido pelo time adversário. Mas, como estamos de futebol, onde o gol “não é um detalhe”, a vitória surgiu porque o esquema defensivo do time foi eficiente. Todos os jogadores da defesa, sem exceção e contando com as eficiências dos volantes Ralf e Jean Martim na proteção, o Avaí “soube sofrer”, como disse o Geninho na entrevista após a partida, e foi fatal na proposta de jogar no contra-ataque. Resumo, se segurou como pode na defesa, e na primeira oportunidade, muito bem tramada pelo Getúlio e definida melhor ainda pelo Pedro Castro, marcou o gol da vitória. Aliás, a primeira vitória do Avaí no estádio do Mineirão na história. Inquestionável a importância desse resultado para aliviar a carga da pressão emocional em cima desse grupo após uma semana inteira de críticas e cobranças. Evidente que apesar da importância do resultado, a mudança de rota do sul da ilha precisa continuar. O bom resultado não pode de forma alguma, acabar com o processo de eliminar do grupo, jogadores sem compromisso com o clube. Se o projeto do acesso ainda está de pé, quanto mais rápido se livrar das “frutas podres” da Ressacada, melhor. Boa e importante vitória do Avaí. Mas que não sirva para “tapar o sol com peneira” os erros na montagem do elenco.

Estatísticas do confronto Cruzeiro 0 x 1 Avaí.

Vitória do Avaí, apesar do domínio do Cruzeiro – Foto: Avaí/SofaScore/ND