Devido à pandemia de Covid-19, a Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC) terá como critério exclusivo para ingresso, no segundo semestre de 2020, as notas de cada candidato no Exame do Nacional do Ensino Médio (Enem).

A Comissão Permanente do Vestibular (Coperve) fará uma processo seletivo diferenciado para o preenchimento das vagas remanescentes de 2019 (aquelas não ocupadas no Vestibular realizado em dezembro do ano passado) e das vagas para o curso de Medicina do Campus Araranguá. As provas presenciais, que estavam previstas para ocorrer em julho, foram canceladas.

Seleção com base nas notas

A seleção será realizada com base nas notas obtidas pelos candidatos nas provas do Enem dos anos de 2017 ou 2018 ou 2019. Isto é, caso o candidato tenha participado de mais de uma edição do Exame nestes anos, ele deverá optar por uma nota/ano. O período de inscrições para o processo seletivo será entre 13 e 27 de outubro de 2020 e a inscrição será gratuita. O edital de seleção deverá ser lançado até o dia 21 de setembro.

O documento conterá as normas, datas de inscrição, diretrizes para verificação de documentos, parâmetros para distribuição das vagas por cotas, conforme Resolução Normativa 52/CUn/2015, entre outros.

Vestibular 2021 entre abril e maio

O Vestibular 2021, que estava com as provas presenciais agendadas para dezembro de 2020, terá uma nova data definida conforme o calendário acadêmico da UFSC para o segundo semestre. Os dias de aplicação das provas levarão em consideração as datas marcadas para a realização do Enem 2020, de forma a não prejudicar os alunos inscritos naquele certame. De acordo com a Coperve, o processo seletivo deve ocorrer entre abril e maio de 2021.

A expectativa é que o Vestibular 2021 seja por meio de provas presenciais, a não ser que as recomendações de distanciamento social se estendam devido ao prolongamento da pandemia e as medidas de proteção ainda estejam em vigor.

O planejamento da logística de provas será desenvolvido para oferecer segurança a todos os candidatos e inclui a possibilidade de aplicação em outras cidades de Santa Catarina e até mesmo em outros estados, para evitar deslocamentos de candidatos e aglomeração de um grande número de pessoas no mesmo local.