No AC, servidores públicos estão proibidos de participar de campanhas e manifestações eleitorais

Decreto governamental proíbe manifestações dos servidores também nas redes sociais durante o período eleitoral. Governo do Acre baixou um decreto que proíbe manifestações políticas dos servidores

Os servidores públicos do Acre estão proibidos de participar de campanhas e manifestações políticas durante o período eleitoral. Isso é o que determina uma portaria do governo publicada no Diário Oficial do Acre (DOE).
O decreto proíbe também manifestações pelas redes sociais, usar bens públicos, móveis e imóveis da administração pública para promover ou participar de algum ato em favor de candidatos.
A publicação ressalta ainda que o decreto não inclui os servidores que estiverem em período de férias, de licença ou fora do expediente.
O servidor também não pode prestar serviços em campanhas quando estiver em horário de trabalho.
Os que não respeitarem a decisão, podem sofrer penalidades como processo disciplinar, dispensa imediata, rescisão do contrato e até exoneração. A violação também será comunicada à Controladoria-Geral do Acre.
O governador Gladson Cameli destacou na portaria que os secretários e outros responsáveis pelas pastas ficam responsáveis por orientar os servidores sobre as determinações.

Gostou deste blog? Por favor, compartilhe :)

https://jornaltijucas.com.br/feed/
Seguir por E-mail
YOUTUBE
Leitores On Line