“Não desejo pra ninguém”, diz vítima de assalto em Joinville

Crime ocorreu na tarde de quinta-feira (10), na zona Leste de Joinville; vítimas foram amordaçadas e tiveram o caminhão levado

“A gente não deseja para ninguém”, diz a vítima de um assalto ocorrido na quinta-feira (10), na Vigorelli, zona Leste de Joinville. Ainda assustado, o homem conta como foi o crime em que ele e o genro foram amordaçados e tiveram o caminhão roubado.

Segundo ele, uma mulher não identificada solicitou um frete para o genro, que trabalha com mudanças. O serviço foi marcado para a quinta-feira e o combinado era de que a mulher encontraria os dois em uma rua da região.

Chegando ao local, porém, eles não a encontraram e passaram um tempo esperando. “Eu até pensei: será que a gente caiu numa cilada?”, relembra a vítima. Eles decidiram dar uma volta pelo local e, então, avistaram a mulher em um ponto de ônibus com uma criança.

A suspeita levou os dois até a casa em que eles deveriam pegar os móveis, mas entrando no local não havia nada para carregar “Quando entrei na casa tinha um colchão arrebentado, estava tudo destruído, só com coisas estragadas”, conta.

Desconfiados, o aposentado e o genro foram em direção à saída da casa. Foi então que três homens armados de um revólver e facas surpreenderam as vítimas. “Botaram a faca no pescoço do meu genro, colocaram buchas de pano sujo nas nossas bocas e nos amarraram dentro da casa”, diz o homem. Depois, os criminosos fugiram levando o caminhão.

Após alguns minutos, as vítimas conseguiram se soltar e pedir ajuda em um bar da região. Eles foram até a delegacia e abriram um boletim de ocorrência. Horas após o crime, os suspeitos entraram em contato e pediram R$ 15 mil para devolver o veículo levado no assalto.

“A gente trabalha tanto e perde tudo”, lamenta a vítima. A Polícia Civil deve investigar o caso.