Músicas para descobrir em casa – ‘Encontro’ (Paulinho da Viola, 1968) com Paulinho da Viola


Capa de ‘Paulinho da Viola’, álbum de 1968 em que o artista apresentou o samba ‘Encontro’
Pedro de Moraes
♪ MÚSICAS PARA DESCOBRIR EM CASA – Encontro (Paulinho da Viola, 1968) com Paulinho da Viola
♪ Lançado em 1968 pela gravadora Odeon, o primeiro álbum solo de Paulinho da Viola foi batizado com o nome desse refinado cantor, compositor e músico carioca que entrou em cena em 1960 no bloco carnavalesco Foliões da Rua Anália e que começou a ganhar certa projeção a partir de 1964.
O álbum foi pautado por pomposos arranjos orquestrais. Criados pelos maestros Lindolpho Gaya (1921 – 1987) e Nelson Martins dos Santos (1927 – 1996), o Nelsinho, esses arranjos por vezes contrastaram no disco com a natureza geralmente íntima do cancioneiro autoral de Paulinho.
Contudo, um dos sambas mais lindos – e menos conhecidos – do compositor apareceu nesse álbum em arranjo em que o maestro Nelsinho deu a devida ênfase somente ao toque do violão de Paulinho da Viola. Trata-se de Encontro, samba da lavra solitária do compositor.
Nunca mais abordado por Paulinho, Encontro é samba interiorizado em que o compositor exprime o arroubo da paixão súbita por mulher de nome ignorado pelo apaixonado. O amor à primeira vista bate forte no peito comprimido do eu-lírico do samba.
Encontro se desenrola em tom melancólico – tônica na obra do artista, como ficaria evidente nos anos 1970, década áurea da produção autoral do compositor –com doses de lirismo romântico quando o apaixonado enfim se revela diante da musa da paixão sem fazer gênero por saber que nada tem além da viola e do arrebatamento.
“Meu pobre samba é a rosa que penso te oferecer”, canta Paulinho da Viola, em um dos versos de Encontro que exemplificam a sensibilidade lírica da letra.
Esquecido no álbum Paulinho da Viola, o samba Encontro mereceu somente uma regravação desde 1968. Foi a feita pela cantora paulistana Ilana Volcov – voz revelada no grupo Barbatuques – no primoroso álbum Banguê (2010).
Com letra e (bela) melodia em simbiose, o samba Encontro é música que merece ser descoberta, inclusive pelo próprio Paulinho da Viola.
♪ Ficha técnica da Música para descobrir em casa 38 :
Título: Encontro
Compositor: Paulinho da Viola
Intérprete original: Paulinho da Viola
Álbum da gravação original: Paulinho da Viola
Ano da gravação original: 1968
Regravações que merecem menções: a da cantora Ilana Volcov no álbum Banguê (2010).
♪ Eis a letra da música Encontro :
“Guardei o teu olhar, mas teu nome eu não sabia
E a vida para mim
Começou naquele dia
Eu andava pelas ruas
Te sonhando, te esperando
Te sentindo em cada samba
Que do coração tirei
Teu nome era segredo, mas ninguém quis me dizer
E o mundo não sabia o quanto eu esperei
‘Alô, Alô, é o moço que canta samba
Sou eu a moça da festa
Tenho em meu nome Maria
Tenho andado em tua vida, pelo que ouço dizer
Faz um samba com meu nome
Que eu me encontro com você’
Alô, alô, respondi ‘farei agora’
Por favor, não vai embora que eu preciso te dizer
Que a não ser minha viola não tenho muito na vida
Meu pobre samba é a rosa que penso te oferecer
Guardei o nosso encontro, teu sorriso, teus encantos
E procurei todo mundo pra contar o que senti
Cantei o meu samba em teu nome
E vi no mundo o espanto
A ninguém guardei segredo
Do amor que consegui
A ninguém guardei segredo
Do amor que consegui
Guardei o teu olhar, mas teu nome…”