Mulher é presa traficando drogas na companhia da filha de 10 anos, no interior do Maranhão


Na hora da prisão, a polícia encontrou a mulher em companhia da filha. A criança chegou a esconder a droga dentro da calça, para a polícia não encontrar os entorpecentes da mãe. Material apreendido com a mulher presa em Coelho Neto, no Maranhão.
Divulgação/PM-MA.
Uma mulher foi presa, na cidade de Coelho Neto, a 385 km de São Luís, suspeita de traficar drogas. Na hora da prisão, a polícia encontrou a mulher em companhia da filha de apenas 10 anos. A criança chegou a esconder a droga dentro da calça, para a polícia não encontrar os entorpecentes da mãe.
A mulher foi presa na madrugada de segunda-feira (14), por volta das 2h50, durante a operação ‘Bairro Seguro’, realizada por policiais da 3ª Cia do 2º Batalhão da Polícia Militar (BPM).
Segundo a PM, os policiais realizavam a operação na avenida Carlos Freire, no bairro Quiabos, em Coelho Neto, quando avistaram um homem e uma mulher em atitude suspeita, em frente a uma residência.
Quando os policiais realizaram a abordagem, a mulher jogou alguns entorpecentes no chão, momento em que sua filha, de 10 anos, pegou a droga e escondeu dentro da calça.
A PM acionou a presença do Conselho Tutelar e de uma policial feminina para retirar as drogas da posse da criança, sendo apreendidos nove pinos de cocaína e três papelotes de maconha.
Foi realizada uma revista no interior da casa onde a mulher a criança estavam. No local, a polícia apreendeu: dois aparelhos celulares, um carregador portátil, uma bolsa feminina, uma porta-cédulas, a quantia de R$ 218 e uma motocicleta Honda MXR/125 Bros, cor preta, placa OUE-2416.
A PM constatou que a casa era da mulher detida. Em depoimento, ela chegou a afirmar que, no dia anterior, algumas pessoas haviam invadido a residência dela e furtado drogas que estavam escondidas e a quantia de R$ 1 mil, confessando à polícia que traficava drogas no local.
Diante do flagrante de tráfico de drogas, o Conselho Tutelar foi acionado, pois a conduzida tem filhas menores de idade, de 2, 6 e 10 anos. As meninas ficaram sob os cuidados da avó.
Já a mulher foi conduzida e apresentada na Delegacia de Polícia Civil de Coelho Neto, para as providências cabíveis.
“Os policiais que deflagram a Operação Bairro Seguro atuam diariamente no combate ao tráfico de drogas. O uso de drogas é uma porta de entrada para a criminalidade. A prevenção é o melhor opção. E também devemos estar atentos para evitar o uso abusivo do álcool”, afirmou o major Daniel Kraieski Pires Lages, Comandante do 2º BPM.
Leitores On Line