MP instaura inquérito para apurar incêndio na Serra do Mursa


Inquérito pede que a Polícia Civil abra uma investigação que identifique fogo teve origem criminosa. Área atingida equivale a 280 campos de futebol. Queimada no morro do Mursa, em Várzea Paulista – 15-09-20
Defesa Civil/Divulgação
O Ministério Público instaurou um inquérito civil para apurar o incêndio na Serra do Mursa, em Várzea Paulista (SP) e nas cidades próximas. O fogo, que
O Ministério Público instaurou um inquérito civil para apurar o incêndio que atingiu a Serra do Mursa, em Várzea Paulista (SP) e nas cidades próximas. O fogo, que começou no dia 14 de setembro e só foi controlado após cinco dias, atingiu uma área de aproximadamente 2,5 milhões de metros quadrados, o que equivale a 280 campos de futebol.
O inquérito pede que a Polícia Civil investigue se o incêndio teve origem criminosa e se há necessidade de perícia no local. A promotora Luciane Rodrigues Antunes pediu informações sobre como começou o fogo e o que está sendo feito para evitar os próximos.
A promotora pede ao Corpo de Bombeiros um relatório explicando as ações empregadas no combate ao fogo e uma descrição das condições de funcionamento dos equipamentos usados.

Prefeitura Municipal de Várzea Paulista
O MP também quer saber o total da área queimada e quais serão as medidas que serão providenciadas para a recuperação ambiental, rotina de conservação e preservação da área.
O órgão quer que a Polícia Ambiental realize uma vistoria técnica para identificar as espécies nativas atingidas pelo fogo, além do número de espécies sobreviventes com condições de se regenerar no ambiente.
Novos focos de incêndio foram registrados na tarde de quinta-feira (17) na Serra do Mursa, em Várzea Paulista (SP).
Prefeitura Municipal de Várzea Paulista
A TV TEM entrou em contato com os órgão responsáveis nesta quinta-feira (22). A Prefeitura de Várzea Paulista enviou uma nota informando que ainda não recebeu o ofício da promotora e que vai responder depois do recebimento.
A Secretaria de Segurança Pública (SSP), a Polícia Militar e o Corpo de Bombeiros não retornaram até a última atualização desta reportagem. O MP determinou o prazo de 30 dias para os órgãos se manifestarem.
MP instaura inquérito para apurar o incêndio na Serra do Mursa em Várzea Paulista
Veja mais notícias da região em G1 Sorocaba e Jundiaí