Mourão diz que ‘opositor’ no Inpe divulga dados negativos sobre queimadas

O vice-presidente da República, general Hamilton Mourão, mais uma vez entrou em rota de colisão com Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (Inpe), responsável por monitorar queimadas e desmatamento na Amazônia. Depois de apontar, na semana passada, o que ele chamou de contradições nos dados apresentados, Mourão afirma que a instituição divulga apenas dados quando eles são contra o governo federal. Segundo ele, até o dia 31 de agosto o país apresentava cinco mil focos de calor à menos que o registrado de janeiro a agosto do ano anterior.

O vice-presidente, que é responsável pelo chamado Conselho da Amazônia, não soube apontar responsabilidades para as queimadas. Ele admite problemas, que é necessário que a situação melhore até o fim do ano. No entanto, ele afirma que a direção do Inpe precisa avaliar o que está acontecendo. Perguntado sobre a questão envolvendo o Pantanal e a decretação de emergência na região, Mourão afirmou que o questionamento deveria ser feito ao ministério do meio ambiente, pasta comandada por Ricardo Salles.

*Com informações da repórter Luciana Verdolin

Leitores On Line