Mortes em ações da PM aumentam 44% em SC, na contramão de outros indicadores de violência

Número de casos entre janeiro e setembro já se aproxima do total registrado em todo o ano passado; PM diz que alta é consequência de “enfrentamento mais ostensivo por parte de criminosos”

Polícia Militar em Santa Catarina
SC registrou 71 mortes em ações da Polícia Militar entre janeiro e setembro, conforme dados da Secretaria de Estado da Segurança Pública (SSP)

(Foto: Felipe Carneiro, Banco de Dados, Diário Catarinense)

O número de mortes em ações da Polícia Militar cresceu 44,8% em Santa Catarina entre 1º de janeiro e 8 de setembro em comparação com o mesmo período do ano passado, e já se aproxima do total de casos registrados em 2019. A alta está na contramão de outros indicadores de violência, que vêm apresentando queda em 2020.

Os dados são da Secretaria de Estado da Segurança Pública (SSP) e constam no último boletim de indicadores de segurança do órgão, divulgado na terça-feira (8).

Até o dia 8, foram registradas 71 mortes pela Polícia Militar em Santa Catarina em 2020. No mesmo período do ano passado, 49 pessoas morreram em ações da PM. A alta é de 44,89%. Em todo o ano de 2019, foram 74 mortes do tipo. O número registrado em 2020 também é o maior para o período de toda a série divulgada pela SSP, desde 2017.

Entre os indicadores de mortes violentas, as registradas em operações da PM são as que mais aumentam. Os homicídios também apresentam crescimento, mas menor, com alta de 9,8% no período.

Ainda conforme os dados da SSP, todos os outros indicadores de mortes violentas apresentam queda: feminicídios (-15%), latrocínios (-55%), lesão corporal seguida de morte (-28%) e mortes pela Polícia Civil (-66%). Também apresentam queda crimes como roubos (-14%) e furtos (-15%).

O subcomandante-geral da Polícia Militar de Santa Catarina, Marcelo Pontes, diz lamentar as mortes ocorridas durante as ações da polícia, e afirma que elas decorrem de situações de confronto. Segundo ele, a alta é consequência de “um enfrentamento mais ostensivo aos policiais por parte de criminosos”.

— Toda ação da Polícia Militar segue padrões, com protocolos do uso progressivo da força, e todas as ações que resultam em morte são apuradas em inquérito policial militar, para verificar o que de fato aconteceu — disse o subcomandante-geral.

— O que a gente percebe é um enfrentamento por parte de criminosos. Nesse enfrentamento, infelizmente pessoas têm morrido — completou.

Mortes violentas em SC e % de alta ou queda*

(comparação entre 2019 e 2020)

Homicídios – 456 / 501 (9,8%)

Feminicidios – 40 / 34 (-15%)

Latrocínio – 20 / 9 (-55%)

Lesão corporal seguida de morte – 14 / 10 (-28%)

Confronto polícia civil – 3 / 1 (-66%)

Confronto polícia militar – 49 / 71 (44%)

* Período entre 1º de janeiro e 8 de setembro

Gostou deste blog? Por favor, compartilhe :)

https://jornaltijucas.com.br/feed/
Seguir por E-mail
YOUTUBE
Leitores On Line