Moradores do TO investem em mini churrasqueira e fruteira artesanais para ganhar renda extra


Artesã sai pela mata em busca de folhas que podem servir como molde para fazer peças artesanais. Conheça também a história do motoboy que recicla tambores para ganhar renda extra. Atividades sustentáveis são opção para quem quer uma renda extra durante a pandemia
Mini churrasqueiras, fruteiras e quadros artesanais. Moradores do Tocantins estão usando a criatividade para fabricar peças e ganhar renda extra na quarentena. Alguns aproveitam materiais recicláveis e elementos da natureza para fazer produtos sustentáveis e que atraiam a atenção dos consumidores.
O motoboy Roniscley Vieira Batista tinha dois empregos, mas acabou não conseguindo manter as duas rendas. Após a pandemia, viu o orçamento da família diminuir. O jeito foi investir nas habilidades manuais. Ele sempre gostou de trabalhar com ferramentas e transformou o passatempo em alternativa para ganhar dinheiro.
Quando não está no trabalho, ele se dedica a confeccionar churrasqueiras rústicas, feitas a partir de tambores que seriam descartados. Cada peça, sair por R$ 120, em média.
Motoboy faz mini churrasqueiras a partir de tambores recicláveis
Reprodução/TV Anhanguera
“Com esse negócio da pandemia, eu fico aqui em casa e estou me precavendo, eu e minha família, e ajudando o meio ambiente com as garrafinhas que não vão para lá”, disse ele.
Fazer as mini churrasqueiras garante um orçamento maior no fim do mês, mas também são momentos para relaxar e fazer o que ele gosta.
Já a artesã Maria Lúcia Aguiar conta a com a ajuda da natureza para garantir a tão desejada renda extra. Os passeios pela mata em busca de folhas grandes e bonitas fazem parte da rotina. Ela usa as folhas como moldes para produzir fruteiras e outras peças artesanais.
Artesã usa molde de folha para fabricar fruteiras
Reprodução/TV Anhanguera
“Eu adoro artesanato, gosto de fazer artesanato e a importância é que, com essa pandemia, é um meio bom de você ganhar um dinheirinho, uma renda familiar”.
Para ela, essa atividade é uma forma de descansar a mente e a cada nova obra de arte pronta, o orgulho fica estampado no rosto. “Esse daqui é um quadro de parede”, mostra ela.
Já o Roniscley, além do orgulho em ver a peça pronta, tem outra motivação para fazer o trabalho e lucrar mais. “Esse dinheiro estou juntando ele para arrumar meu carro porque eu bati meu carro e vou complementar a renda com esse dinheirinho para poder pagar o conserto porque andar a pé não dá”.
Artesã também faz quadros com modes de folhas colhidas na mata
Reprodução/TV Anhanguera
Veja mais notícias da região no G1 Tocantins.
Leitores On Line