Ministério da Saúde não seguirá com financiamento de pesquisa sobre coronavírus da Universidade de Pelotas

O Ministério da Saúde não renovará o financiamento de uma pesquisa Epicovid, o maior estudo sobre Covid-19 do Brasil. A coordenação é feita pelo Centro de Pesquisas Epidemiológicas da Universidade Federal de Pelotas (UFPel). A informação é do portal G1.

A doctor in a protective suit taking a nasal swab from a person to test for possible coronavirus infection

 Pedro Hallal, reitor da UFPel, o contrato era para a execução das três primeiras fases da pesquisa, que foram encerradas no início de julho. Depois, o ministério da Saúde não se interessou em renovar e seguir com o estudo.

Ao G1, ele afirmou que seria razoável continuar e fazer mais fases da pesquisa. “Infelizmente parece que o Ministério não está interessado, porque não nos procurou mais. Embora a gente tenha manifestado o quanto era importante seguir em mais fases da pesquisa”, lamentou.

O objetivo da universidade é encontrar outra maneira de banca a pesquisa e seguir o estudo. Pedro Hallal garantiu que já há negociações em curso para continuar o trabalho.

Segundo o Epicovid, em dois meses o coronavírus teve a prevalência aumentada de 1,9% em maio para 3,8% em junho. O levantamento também mostrou que o distanciamento social caiu de 23,1% para 18,9%.

Os resultados da pesquisa foram divulgados no dia 2 de junho pelo ministério da Saúde, que deu o estudo como encerrado. “Os resultados, inclusive, foram bastante elogiados pelo Secretário Executivo do ministério”, disse Hallal. “Não existe nenhuma razão científica que justifique a não continuação do financiamento. Agora, se existe alguma outra razão, nós desconhecemos.”

O reitor da UFPel afirmou que esse é o maior estudo epidemiológico do mundo sobre o novo coronavírus e classificou como “triste” a paralisação do estudo por falta de financiamento. “Acho que é um pouco do retrato de como o país trata a ciência e tecnologia”, disse.

Com Agências

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.