requestAnimationFrame(function ()
{
setTimeout(function ()
{
window._perfMarker && window._perfMarker(“TTVR.ArticleContent”, true, true);
define(“c.articleContent”, 1);
}, 0);
});




© Reuters/THE RUSSIAN DIRECT INVESTMENT FU
Foto divulgada pelo Fundo de Investimento Direto da Rússia da vacina contra a Covid-19 desenvolvida pelo país

Por Raul Cortes Fernandez

CIDADE DO MÉXICO (Reuters) – O governo do México informou nesta quinta-feira que planeja participar em outubro dos testes de Fase 3 da vacina para o coronavírus desenvolvida pela Rússia, como parte dos esforços do país para garantir o abastecimento de possíveis futuras vacinas contra a Covid-19.

O ministro das Relações Exteriores mexicano, Marcelo Ebrard, disse que, se a agência reguladora mexicana permitir, a vacina russa poderá chegar ao México e vários milhares de voluntários irão “testar essa vacina em nosso país já no mês que vem”.

Ebrard havia dito anteriormente que 2.000 voluntários mexicanos participariam de testes clínicos da vacina russa “Sputnik V”.

A corrida para produzir uma vacina se tornou uma competição por influência e prestígio entre as grandes potências, enquanto as economias em desenvolvimento tentam garantir uma distribuição justa dos medicamentos.

O México se envolveu em um esforço diplomático para forjar alianças de vacinas com um amplo espectro ideológico de países, da França a Cuba, já que uma iniciativa de vacinação da Organização Mundial da Saúde (OMS) deverá ficar aquém de suas necessidades.

Leia Mais