Metalúrgica Duque vai à leilão em outubro em Joinville; veja em quanto está avaliada

A 6ª Vara Cível da comarca de Joinville autorizou, nesta segunda-feira (14), a realização do leilão da Massa Falida da Metalúrgica Duque, de Joinville, que acontecerá no dia 8 de outubro, a partir das 14 horas, por preço igual ou maior do que o da avaliação.

Não havendo comprador, um outro leilão ocorrerá já na sequência, com possibilidade de venda dos bens em dois lotes separados – Foto: Divulgação ND

A fábrica está avaliada em R$ 67.166.338,89 e as máquinas em R$ 17.292.415,06, totalizando R$ 84.458.753,95. A falência da metalúrgica foi decretada em 2019 e tem como administrador judicial Gladius Consultoria e Gestão Empresarial S/S Ltda.

O leiloeiro nomeado para o ato, Daniel Elias Garcia, explica que o arrematante poderá pagar o preço à vista ou de modo parcelado, com entrada de 25% do valor e quitação do remanescente em 30 prestações.

“Já há alguns investidores interessados em arrematar todos os bens (móveis e imóveis); mas, não havendo comprador, um outro leilão ocorrerá já na sequência, com possibilidade de venda dos bens em dois lotes separados”, esclarece Garcia. Nesse caso, o parque fabril poderá ser adquirido por R$ 33.583.170,00; as máquinas e equipamentos, pelo valor de R$ 8.646.207,53.

Os interessados no leilão eletrônico devem efetuar o cadastro pela internet com antecedência mínima de 48 horas da data marcada para o evento. Devem anexar, já no ato de preenchimento do formulário disponível, cópia dos documentos indicados no site.

A Duque foi uma importante indústria de Joinville. Produzia equipamentos para bicicletas e itens para refrigeradores, atendendo a demandas da Whirlpool e Electrolux. Passou por tentativas de recuperação judicial.  No entanto,  sucessivas crises econômicas e a falta de diversificação de produtos acabaram levando a metalúrgica à falência, decretada em setembro de 2019.

 

Leitores On Line