‘Menores taxas desde o início da epidemia’, diz secretário de Saúde sobre ocupação de leitos em MG


Nesta terça-feira (15), Minas ultrapassou os 255 mil casos confirmados de coronavírus. Segundo o governo, estado registra queda no ritmo da pandemia. Minas tem a menor taxa de ocupação de leitos de UTI e enfermaria desde início da pandemia
Minas Gerais está com 62,36% dos leitos de Unidades de Terapia Intensiva (UTI) ocupados nesta terça-feira (15), segundo a Secretaria de Estado de Saúde (SES). Quanto aos leitos de enfermaria, a taxa de ocupação está em 59,60%.
“Estas ocupações são as menores taxas que já tivemos desde o início da epidemia”, disse o secretário da pasta, Carlos Eduardo Amaral, em coletiva de imprensa.
De acordo com o último boletim epidemiológico, divulgado nesta manhã, MG ultrapassou os 255 mil casos confirmados de coronavírus. Ao todo, 6.328 pessoas morreram.
Nesta segunda-feira (14), o governo confirmou que há uma redução no ritmo da pandemia no estado.
Ocupação de leitos de UTI em Minas Gerais no dia 15/09/20
Governo de MG/Divulgação
Dos 2.411 pacientes internados atualmente em leitos de UTI do SUS, 865 estão com suspeita ou confirmação de Covid-19. Isso corresponde a 22,17% do total de leitos disponíveis no estado (3.902).
Em relação aos leitos de enfermaria, dos 21.066 disponíveis, 11.901 estão ocupados. Destes, há pessoas com suspeita ou confirmação de coronavírus em 1.524, o que corresponde a 7,23% do total.
Ocupação de leitos de enfermaria em Minas Gerais, no dia 15/09/20
Governo de MG/Divulgação
O secretário-adjunto de Saúde, Marcelo Cabral, ressaltou a importância dos cuidados de higiene e de distanciamento “para que esses índices se mantenham sob controle”.
“É fundamental também que a vida vá voltando aos poucos, mas esse voltar aos poucos não pode ser associado a voltar de qualquer jeito”, finalizou o secretário Amaral.
Assista à entrevista da SES na íntegra:
Initial plugin text
Leitores On Line