Menina queimada em incêndio dentro de casa no Recife morre no hospital; irmão também faleceu


Garota de 8 anos foi levada para o Hospital da Restauração (HR), no Centro do Recife. Irmão dela, de 3 anos, morreu na residência, no Cordeiro, na Zona Oeste. Casa onde ocorreu o incêndio, que causou morte de uma criança e ferimentos em outra, fica no Cordeiro, na Zona Oeste do Recife
Ana Regina/TV Globo
Morreu, na tarde desta quarta (16), no Hospital da Restauração (HR), na área central do Recife, a menina de 8 anos que sofreu queimaduras em um incêndio ocorrido na casa onde morava, no Cordeiro, na Zona Oeste da cidade. O irmão dela, de 3 anos, faleceu no local, logo após o fogo atingir a residência, no início da manhã.
A morte da garota foi confirmada pela Secretaria Estadual de Saúde (SES), por volta das 16h30. Após as chamas serem debeladas, a garota, que não teve o nome divulgado, foi levada para o HR, no Derby.
A secretaria informou que ela chegou à unidade em estado gravíssimo, com queimaduras de segundo e terceiro graus. A criança ainda ficou entubada na Unidade de Terapia Intensiva (UTI), mas não resistiu.
O incêndio aconteceu por volta das 6h desta quarta, na Rua Rufino Manoel Caetano. Os nomes das vítimas não foram divulgados. A família mora em uma casa, localizada no fim de um beco.
À tarde, a mãe das crianças que morreram foi até o local, mas não quis falar com a imprensa. Ela saiu do enterro do menino de 3 anos e esteve na comunidade para informar que a menina também havia morrido (veja vídeo abaixo).
Mãe de crianças que morreram em incêndio, no Cordeiro, foi até a casa onde tudo aconteceu
Vizinhos contaram que ela morava na residência com os filhos. Além do menino de 3 anos e da menina de 8 que morreram, ela tem uma criança de 4 anos e uma adolescente, de 13. Ainda segundo os vizinhos, o incêndio teria começado quando o garoto de 4 anos brincava com fogo.
O caso está sendo investigado pela Polícia Civil. Após a morte do menino, a corporação informou que havia registrado o fato como “morte a esclarecer”. Oficialmente, não foi divulgada a causa do incêndio.
O Instituto de Criminalística e o Instituto de Medicina Legal (IML) foram acionados para a ocorrência. O incêndio será investigado pela Delegacia do Cordeiro.
Bombeiros
Por meio de nota, o Corpo de Bombeiros informou que foi acionado para debelar chamas na residência. Ainda segundo a corporação, às 06h11, a mulher do homem que fez a solicitação da equipe informou que as chamas tinham sido apagadas.
Às 06h12, disse o Corpo de Bombeiros, em virtude da informação anterior, foi cancelado o envio da viatura dos Bombeiros. Por isso, não houve atuação dos militares.
VÍDEOS: G1 em 1 Minuto
Leitores On Line