“Medo de fome e demissão ronda motoristas e cobradores”

A situação das empresas de ônibus é crítica, diante de três meses de paralisação das atividades e agora mais 19 dias, até esta sexta-feira (7). Sem entrada de recursos através do pagamento de passagens e subsídios de tarifas reduzidas, elas enfrentam muitas dificuldades para cumprir os compromissos financeiros. Em xeque estão a folha de pagamento de motoristas, cobradores e pessoal de garagem, além do ticket alimentação. São gastos fixos altos e que precisam ser cumpridos, já que mais de 4 mil famílias dependem disso. Diante do caos, não houve qualquer aporte de ajuda, por parte do Estado, muito menos diálogo com as categorias afetadas.

A simples leitura desse cenário cabuloso impõe uma leitura básica: o medo de fome e demissão ronda os trabalhadores do sistema de transporte coletivo da Capital. Eles sabem que esse cenário não é nada favorável a continuidade das vagas de emprego. Isso motivou, dias atrás, um protesto em frente a Casa d’Agronômica, residência oficial do governador Carlos Moisés (PSL). Eles bateram panelas e alegaram o risco de fome. E isso é realidade.

Me parece ser crítica a decisão de uma continuidade na suspensão do transporte público. Mais difícil ainda é tentar mensurar o descaso do Governo de Santa Catarina com essa categoria que não pode trabalhar e também não é ajudada. Houve suspensão de contratos de trabalho, na primeira etapa, e agora estão todos numa rua sem saída.

Entretanto, a realidade de demissões no sistema é quase inevitável. Serão trabalhadores colocados na rua, sem garantias de que os direitos trabalhistas sejam pagos, além do risco de fome para famílias. O Sintraturb (Sindicato dos Trabalhadores em Transporte Urbano, Rodoviário, Turismo, Fretamento e Escolar de Passageiros da Região Metropolitana de Florianópolis) diz que 35% dos trabalhadores podem ser demitidos. Isso dá cerca de 1,6 mil pessoas.

É preciso recordar que as empresas da Capital e os trabalhadores adotaram os procedimentos de biossegurança, sem qualquer questionamento.

Gostou deste blog? Por favor, compartilhe :)

https://jornaltijucas.com.br/feed/
Seguir por E-mail
YOUTUBE
Leitores On Line