Médicos fazem treinamento no hospital de campanha para tratamento de Covid-19 do Complexo Esportivo do Ibirapuera, em São Paulo (29.abr.2020)

O governo de São Paulo anunciou nesta sexta-feira (25) que as atividades no hospital de campanha do Ibirapuera, o último em operação no estado, serão encerradas na próxima quarta-feira (30).

Em entrevista no Palácio dos Bandeirantes, o governador João Doria (PSDB) afirmou que o declínio da pandemia no estado, mais acentuadamente na capital, permite o fechamento da estrutura após cinco meses de atividades.

“Ao longo deste período, o hospital atendeu 3.200 pacientes e foi fundamental no enfrentamento da Covid-19”, disse Doria. “O hospital de campanha do Ibirapuera foi importante não só para pacientes da capital, mas para pessoas de 106 municípios do estado que ali foram acolhidos, tratados e salvos.”

Médicos fazem treinamento no hospital de campanha para tratamento de Covid-19

Médicos fazem treinamento no hospital de campanha para tratamento de Covid-19 do Complexo Esportivo do Ibirapuera, em São Paulo (29.abr.2020)

Foto: Rovena Rosa/Agência Brasil

O governador disse ainda que pesquisa realizada pela secretaria da Saúde do estado indica que 99% dos pacientes tratados no hospital de campanha do Ibirapuera “aprovaram integralmente o atendimento recebido”.

“Todos os equipamentos serão doados para entidades assistenciais e unidades de saúde pública do estado”, completou Doria.

Testes da Coronavac

O governador anunciou também que o Instituto Butantan ampliará a testagem da Coronavac, vacina contra Covid-19 da chinesa Sinovac Biotech, para mais quatros centros de pesquisa.

As unidades ficam nas cidades de Barretos, no interior de São Paulo, Campo Grande, Cuiabá e Pelotas (RS).