Medicamentos agropecuários vendidos de forma irregular são apreendidos no nordeste do PA

Vendidos sem controle, os medicamentos perdem sua eficácia no controle de doenças, podem comprometer a qualidade e o ganho de peso dos animais. A venda irregular de medicamentos foi flagrada em revendas agropecuárias no município de Santo Antônio do Tauá, no nordeste do estado. Segundo o balanço da Agência de Defesa Agropecuária do Pará (Adepará) divulgado nesta terça-feira (28), todo o material que estava sendo vendido irregularmente foi apreendido e inutilizado.
Vendidos sem controle, os medicamentos perdem sua eficácia no controle de doenças, podem comprometer a qualidade e o ganho de peso dos animais.
“Identificamos que diversos medicamentos de uso veterinário estavam sendo comercializados irregularmente, de forma fracionada, o que não é permitido na atual legislação. Além disso medicamentos fora do prazo de validade estavam expostos para a venda”, informou Márcia Penna, fiscal estadual agropecuária.
O estabelecimento foi autuado e seus responsáveis orientados sobre a importância da venda legal de medicamentos e controle de recebimento, acondicionamento e venda de vacinas para uso animal.