Média de ocupação de leitos de UTI para Covid-19 em hospitais estaduais do Alto Tietê é de 69,5%


Ocupação segue sendo maior no Hospital Luzia de Pinho Melo, em Mogi das Cruzes, com 80%; unidade também é a que tem menor número de leitos de UTI exclusivos para a doença. Hospital Luzia de Pinho Melo, em Mogi das Cruzes
Alessandro Batata/TV Diário
Os três hospitais estaduais com UTIs exclusivas para Covid-19 no Alto Tietê tinham ocupação média de 69,56% desses leitos nesta quinta-feira (17), de acordo com a Secretaria Estadual de Saúde. O índice segue sendo maior no Hospital Luzia de Pinho Melo, em Mogi das Cruzes, com 80% na quinta-feira (17).
A unidade também é a que tem menor número de leitos de UTI para Covid-19, após parte deles ter sido transferida para tratar pacientes com outras doenças em agosto. Agora são 43 leitos destinados a Covid-19, somando 33 de enfermaria e 10 de UTI.
O Hospital Regional de Ferraz de Vasconcelos conta com 29 leitos destinados para casos de Covid-19, somando 13 de UTI e 16 de enfermaria. Na UTI, a ocupação nesta quinta estava em 64,7%.
O Santa Marcelina de Itaquaquecetuba conta com 62 leitos para casos de Covid-19, somando 22 de UTI e 40 de enfermaria. Na quinta, a taxa de ocupação da UTI estava em 64%.
A secretaria ressalta que “o número de pacientes internados varia o decorrer do dia em virtude de fatores como altas, óbitos ou transferências para leitos de enfermaria ou UTI, por exemplo”.
A pasta ainda afirma que “mantém um esquema especial de gestão de leitos hospitalares, para dar prioridade à internação de pacientes com quadros respiratórios agudos e graves, com suporte da Cross (Central de Regulação e Oferta de Serviços de Saúde) para as transferências”.

Gostou deste blog? Por favor, compartilhe :)

https://jornaltijucas.com.br/feed/
Seguir por E-mail
YOUTUBE
Leitores On Line