Quais os cuidados ao se usar ácido
Quais os cuidados ao se usar ácido

Para evitar que isso aconteça com você e te deixar a par dos riscos para sua pele, o Delas
conversou com as dermatologistas Luciana Garbelini e Kédima Nassif, que destacaram a importância do uso de hidratantes e protetores solares enquanto o paciente estiver passando qualquer tipo de ácido

“Hidrate, de preferência com produtos específicos, neutros, cicatrizantes e calmantes. Faça uma proteção solar reforçada com filtro solar a cada 2 ou 3 horas e se possível use bonés ou chapéus para evitar exposição solar”, explica a membro da Sociedade Brasileira de Dermatologia Luciana Garbelini.

Além disso, a tricologista Kédima Nassif faz algumas ressalvas sobre a importância de se passar corretamente ácido para não ter nenhuma surpresa desagradável no futuro. “Nunca use produtos vencidos, não aplique grandes quantidades, não aplique ácidos fortes nas pálpebras e em peles sensíveis, antes de usar o ácido.”

Como dito anteriormente pelas médicas, o sol pode ser um grande inimigo de que faz uso de ácidos na pele, pois se você não fizer uma boa proteção solar ele pode manchar, sim, a sua pele devido à sensibilidade causada pelo ácido.

Casos de cuidados redobrados

Além da proteção solar, o professor de Cosmetologia e diretor de Pesquisa e Desenvolvimento da Ada Tina Italy, Maurízio Pupo, alerta ainda que os cuidados para pessoas de pele preta devem ser redobrados. “As pessoas com pele mais escura tem mais chances de mancharem a pele quando usam ácidos, então é importante que elas escolham os ácidos mais suaves. Quanto mais escura for a pele mais leve tem que ser o ácido”, esclarece ele.

Quais os cuidados ao se usar ácido
Quais os cuidados ao se usar ácido

Mas não é só isso, os três profissionais alertaram sobre os cuidados ao se usar o ácido retinóico
, “um dos campeões nas irritações”, como descreve Kédima. O professor explica que por ser um ácido fotossensibilizantes, com a presença de sol, ele pode manchar a pele.

No geral, eles informam que o paciente deve se atentar com qualquer ácido que comece a provocar lesões, irritações ou vermelhidão. Caso isso se agrave, a pessoa deve procurar um médico.

Segui todos os cuidados, mas o ácido manchou a minha pele. O que fazer?

Em primeiro lugar, a orientação é suspender imediatamente o uso do ácido para que a pele se acalme.

“Também não se exponha ao sol e comunique o dermatologista. Em geral, pomadas com efeitos anti-inflamatórios como os corticoides e hidratantes reparadores ricos em substâncias calmantes e facilitadoras do reparo tecidual como o Zinco, Madecassoside, Alfa bisabolol e D panthenol conseguem controlar o processo irritativo e reduzir a pigmentação pós inflamatória. A pele já estando recuperada, lasers, intradermoterapia, microagulhamento e até ácidos clareadores podem ajudar na recuperação da cor”, diz Kédima.

“Essas manchas, as que são causadas por ácidos , são superficiais e não são manchas difíceis de serem eliminadas”, tranquiliza Maurízio Pupo.