Máscara de deus grego de mais de 2.400 anos é encontrada na Turquia (FOTOS)

Arqueólogo trabalhando no local com ferramentas

Máscara de deus grego de mais de 2.400 anos é encontrada na Turquia (FOTOS)


©
Depositphotos / Neryx

Uma equipe de arqueólogos da Universidade Mugla Sitki Koçman (Turquia) desenterrou uma máscara de terracota de mais de 2.400 anos em Ergili, Anatólia, informou Kaan Iren, que lidera a escavação, à agência Anadolu.

A máscara de terracota, que representa Dionísio, o deus grego do vinho e da fertilidade, foi encontrada na acrópole de Dascylium (moderna Ergili) localizada nas margens do lago Manyas, uma área onde estavam localizados muitos antigos assentamentos gregos.

“Esta é possivelmente uma máscara votiva [oferenda religiosa]. Com o tempo, surgirão outras informações, após outras pesquisas”, observou Iren, que qualificou a peça como a descoberta mais interessante do ano.

Segundo a lenda, a máscara seria uma homenagem a Dionísio, que também era o deus das festas e carnavais, permitindo ao portador do objeto se libertar dos desejos secretos e arrependimentos ocultos.

​Arqueólogos encontram máscara de 2.400 anos de antiguidade.

O pesquisador indicou que, além da máscara, anteriormente fora encontrada no interior de uma cozinha da acrópole da mesma cidade uma adega datada do período lídio (entre 1.200 e 546 a.C.), o que permite os cientistas compreender melhor os hábitos de alimentação da região há 2.700 anos.

“Seguem os trabalhos para, através de um processo de flutuação, obter sementes e outras partes orgânicas do solo escavado na cozinha e seus arredores”, explicou o arqueólogo.