Mais de 300 agricultores da região comercializam produtos na Ceasa

Movimentação na Ceasa é bastante intensa e possibilita que muitos produtores possam comercializar a sua produção. Foto: Arnaldo Alves/AENA Ceasa Curitiba é um dos principais locais de comercialização da produção agrícola e que auxilia muitos agricultores da região a obterem a sua renda. Para fomentar esta atividade, é disponibilizado a ferramenta Mercado do Produtor, conhecido como a Pedra.

Por meio deste mecanismo, o agricultor comercializa diretamente a sua produção hortifrutigranjeira com os compradores. “Este espaço garante o escoamento dos produtos regionais, oriundos da agricultura familiar. Com isso, garantimos alimentos de qualidade para quem consome e sustentabilidade para quem produz”, destaca o diretor técnico da Ceasa Curitiba, Antonio Leonardecz.

Para ampliar esta atividade, estão sendo trabalhados meios para que haja uma maior rotatividade dos cadastrados. “Queremos que todos tenham condições igualitárias, possibilitando até mesmo a ampliação de vagas”, pontua.

Das dez cidades da região, o mercado na Pedra engloba atualmente 334 produtores, sendo que Mandirituba tem a maior participação com 154 cadastrados. “São diversos produtos entre verduras e frutas entregues diariamente na Ceasa. Esta participação é fundamental para garantir o abastecimento e gerar renda para muitas famílias agrícolas”, destaca Leonardecz. Confira na tabela abaixo, os números da região na comercialização por meio da Ceasa.

A produção hortifrutigranjeira obteve grande destaque e avanço nos últimos anos, segundo números do último censo agropecuário e do Valor Bruto da Produção (VBP). “Esta atividade deixou de ser cultivada apenas para ser subsistência e passou a ser uma alternativa de renda, apresentando ótimo faturamento. Em alguns municípios, esta opção vem ocupando espaço de outras culturas e auxiliando no desenvolvimento do meio rural”, conclui.

Mercado do produtor. Arte: O Regional

Leitores On Line