Macapá libera entrada de crianças em estabelecimentos e autoriza reabertura de balneários e clubes

Medidas com validade a partir desta segunda-feira (14) integram 7ª etapa de flexibilização de atividades. Uso de máscaras segue obrigatório. Macapá dá início à 7ª etapa de flexibilização das atividades econômicas
Macapá iniciou nesta segunda-feira (14) a 7ª etapa de flexibilização das atividades econômicas e sociais, desta vez, mantendo a reabertura gradual com expansão de horários dos segmentos já em funcionamento e autorização para outros, como festas infantis, balneários, piscinas e clubes de recreação.
Confira as regras e horários do novo decreto
AO VIVO: Veja as últimas notícias sobre o coronavírus no Amapá
Covid-19: confira os números de casos e mortes em Macapá
O decreto tem validade de 15 dias e entre as determinações estabelece que crianças de 0 a 12 podem voltar a frequentar estabelecimentos comerciais, como supermercados e mini-boxes. Antes a presença estava restrita a locais que forneciam alimentação.
O documento mantém, seguindo o decreto anterior, a proibição de estacionamento na orla da capital no período de 21h às 6h.
A restrição do estacionamento na orla não atinge o comércio e os empreendimentos podem seguir funcionando dentro dos critérios e horários estabelecidos no decreto.
O segmento de bares, restaurantes e similares, por exemplo, agora pode atender o público presencialmente ou nas modalidade delivery, drive-thru e expresso até 0h, uma hora a mais que o decreto anterior.
Também foi aumentada para 300 pessoas a capacidade de público em celebrações religiosas, como cultos e missas.
Veja o plantão de últimas notícias do G1 Amapá