Lasier pede voto aberto para eleição no Senado e chama Alcolumbre de ‘omisso’

O senador Lasier Martins (Podemos-RS), autor do pedido para garantir voto aberto na próxima eleição para o Senado, chamou nesta terça-feira, 29, o presidente da Casa, Davi Alcolumbre (DEM-AP), de “omisso” e “despótico”. Em entrevista ao programa Os Pingos nos Is, da Jovem Pan, Lasier disse que Alcolumbre “não participa de nada” e, por isso, “conspira pelo próprio Brasil”. “Nós não somos donos do mandato, somos representantes, temos obrigação de prestar contas, e isso não acontece por causa de um obstáculo”, afirmou o senador. Para ele, este problema existe desde a época em que José Sarney foi presidente do Senado, em 2003, e se estende até hoje para os outros líderes da Casa.

O debate surgiu com a possibilidade de Davi Alcolumbre tentar a reeleição, mecanismo que dependeria de manobra interna, já que é inconstitucional. Uma consultoria do Senado já deu parecer contra a possibilidade de reeleição, mas defensores de um novo mandato tentam um posicionamento do STF. Em nota, o atual presidente do Senado declara que cabe aos parlamentares discutir sobre a controvérsia. “Há uma desordem completa como nunca houve. Se fala muito da velha política, de nada adianta termos reforma previdenciária, administrativa, se ainda prevalece esse pensamento. Tem muita gente que quer a reeleição dele [Alcolumbre], mas isso é inconstitucional”, afirmou Lasier. O senador já conseguiu 22 assinaturas em favor da urgência pelo voto aberto para eleição da Mesa Diretora.

Nesta terça-feira, 29, a Associação Nacional de Membros do Ministério Público Pró-Sociedade enviou uma representação ao procurador-geral da República, Augusto Aras, pedindo a abertura de investigação contra Alcolumbre por prevaricação. No documento, a entidade sustenta que o senador se omitiu a pautar pedidos de impeachment contra ministros do Supremo Tribunal Federal (STF) mesmo após requerimento por questão de ordem apresentado por Lasier no último dia 23. Em julho do ano passado, a própria associação pediu a abertura de procedimento para afastar o ministro Dias Toffoli, então presidente do STF.

Gostou deste blog? Por favor, compartilhe :)

https://jornaltijucas.com.br/feed/
Seguir por E-mail
YOUTUBE
Leitores On Line