Laboratório Central de Roraima está sem parte de kit para análise de exames de coronavírus


Estado está sem o chamado kit de extração, usado para retirar o DNA das amostras coletada via swab. Lacen é o único laboratório público que faz análise molecular para detecção da Covid-19; teste é considerado ‘padrão ouro’. Teste molecular para a Covid-19
Ernesto Benavides/AFP/Arquivo
O Laboratório Central de Roraima (Lacen), única unidade pública do estado que analisa testes moleculares para o coronavírus, está sem o kit de extração – material utilizado para extrair o DNA das amostras coletadas de pacientes. A informação foi divulgada nesta sexta-feira (10) pelo governo.
Sem o kit de extração, as amostras de Roraima são enviadas para análise na Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz), no Rio de Janeiro, laboratório de referência que antes atendia Secretaria estadual de Saúde (Sesau).
O governo não informou na nota quando acabou o kit no estado. Questionada, a assessoria não se pronunciou até a publicação desta matéria.
Para se ter o diagnóstico da Covid-19, são necessárias três etapas: a coleta com o kit swab – um cotonete mais comprido que retira a amostra do nariz do paciente; depois é extraído o DNA dessa coleta e em seguida é feita a análise com um kit de amplificação para confirmar se há ou não a presença do vírus.
O resultado do teste, também chamado de PCR, demora de dois a cinco dias para ficar pronto. O PCR é considerado um teste mais preciso na hora do diagnóstico do novo coronavírus e é apontado como “padrão ouro” pelos infectologistas.
De acordo com o governo, o kit de extração é fornecido pelo Ministério da Saúde. “Por este motivo, o Lacen está sem condição técnica de realizar o procedimento.”
A Sesau afirmou que tem mantido contato direto com o Ministério da Saúde para saber sobre a regularização do repasse aos estados e também que está “providenciando a aquisição dos kits, para manter a continuidade do serviço, até que o fornecimento seja restabelecido pelo governo federal.”
Esta não é a primeira vez que falta material para diagnóstico da Covid-19 no Lacen. Há cerca de um mês, no início de junho, o laboratório deixou de fazer a coleta de amostras por falta do swab.
Roraima chegou a 21.220 casos de infectados pelo coronavírus nessa quinta (9). O estado contabiliza 393 mortes causada pela Covid-19 e outras 126 estão em investigação para determinar a causa.

COM AGÊNCIAS