JULHO LARANJA: UMA CAMPANHA A FAVOR DO SORRISO E DOS CUIDADOS ORTODÔNTICOS PRECOCES

Assim como o Outubro Rosa nos mobiliza para os cuidados preventivos contra o câncer de mama e o Setembro Amarelo carrega a importância da valorização da vida, o Julho Laranja objetiva sensibilizar e informar a sociedade sobre a importância dos cuidados ortodônticos precoces e da prevenção de problemas de oclusão dentária (posição dos dentes e dos maxilares).

A professora da Disciplina de Ortodontia da FOB-USP e do Programa de Pós-Graduação do HRAC-USP, Daniela Garib, e também uma das responsáveis pelo surgimento da campanha e sua mobilização pelo País, lembra que um dos principais objetivos da ação é divulgar que a fase mais oportuna para a primeira avaliação ortodôntica se inicia a partir dos seis anos de idade.

Garib explica que alguns problemas de má oclusão dentária apresentam elevada complexidade terapêutica e instabilidade quando se perde a janela de oportunidade para tratamento na dentição mista. “Muitas famílias e profissionais acreditam que uma criança deve iniciar terapia ortodôntica somente quando todos os dentes de leite esfoliam, o que nem sempre é adequado”.

“O tratamento ortodôntico em crianças no HRAC-USP começa por volta dos oito ou nove anos, e não apenas aos 12 anos. Afinal, a prevenção é o mais alto nível de bem-estar que o seu humano pode experimentar na área da saúde”, observa.

Lei em Brasília e mobilização nacional

A campanha Julho Laranja nasceu da iniciativa da ortodontista Cibele Albergaria, de Brasília, a partir de postagens da professora Daniela Garib, no Instagram, conscientizando os ortodontistas para a difusão da ideia da prevenção em Ortodontia e da realização do primeiro exame ortodôntico aos 6 anos em vez de 12 anos de idade.

“Ao ver as postagens, em novembro de 2018, ela (Albergaria) me ligou consultando a respeito da criação de uma campanha similar ao Outubro Rosa ou Novembro Azul. Achamos a ideia maravilhosa e começamos a apoiá-la”, conta Garib. A escolha do mês de julho para a campanha foi da professora da FOB-USP devido ao período em que as crianças estão em férias escolares e os pais e responsáveis têm mais tempo para fazer consultas de saúde. Albergaria escolheu a cor laranja.

Devido às mesmas postagens, a professora Daniela Garib foi contatada pelo conselheiro do CRO-DF (Conselho Regional de Odontologia do Distrito Federal), Ricardo Fabris Paulin, para auxiliar no projeto “Ortodontistas na Escola”, com intenções convergentes ao Julho Laranja. “Redigimos a justificativa do projeto de Lei para o tratamento ortodôntico precoce, o que resultou na Lei Distrital 6510, aprovada em 27 de fevereiro de 2020”, revela. Baseado neste projeto de Lei, a deputada federal Celina Leão protocolou o Projeto de Lei 2416/2019 que estabelece que crianças tenham a atenção ortodôntica a partir dos 6 anos nas redes públicas de saúde, ainda em tramitação no congresso.

Para a campanha Julho Laranja, colaboraram a ortodontista Patrícia Zambonato Freitas, de Brasília, e a artista plástica Clarissa Motta Nunes (assina artisticamente Clarissamn), do Rio Grande do Sul, criadora do mascote-símbolo da campanha, um pássaro. Em comemoração ao tema, neste mês de julho, muitas localidades no país estão pintadas de laranja e as luzes que iluminam o Palácio do Planalto acendem na cor laranja em prol da campanha de prevenção.

Com Agências

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.