Jholl Bauer: “Onde está sua grandeza?”

Crescer, irradiar. Todos nós buscamos o crescimento. Todos nós, de alguma forma queremos ser grandes. Sempre há algum aspecto ao qual buscamos ser grandes. Mas você já pensou sobre o que é ser grande? Já parou pra refletir onde realmente está a sua grandeza?

Eu já tentei ser grande. E então descobri que toda pessoa sofre quando ela quer ou tenta ser quem ela não é. Tentei ser grande e não deu certo. Eu falhei nessa missão. E então, me deparei com minha pequenez. Encarei ela de frente, e assim percebi que só pode crescer aquele que é pequeno. Que só pode evoluir aquele que é imperfeito. E que para ser grande, antes é preciso aceitar que é pequeno, e gradualmente evoluir.

Se tem uma coisa que aprendi com o tempo, é que a maior grandeza não é daquele que se julga maior que os outros. Grande não é aquele que se arroga, que humilha, que se exalta. Grande é aquele que reconhece a grandeza daquilo que se recebe da vida e dos outro. E que igualmente consegue reconhecer a grandeza que existe no outro.

Só é possível se tornar grande quando reconhece também a grandeza do outro. E nessa postura, de reverência ao que também é grande no outro, pode verdadeiramente se conectar com os demais seres humanos. Aquele que se exalta, perde a conexão. Aquele se humilha, se nega a conectar.

Grandes, somos iguais, apesar das aparentes diferenças. E parafraseando Bert Hellinger “A maior grandeza que possuímos é aquilo que compartilhamos com todos os seres humanos”.

E você, o que tem compartilhado? Onde está sua maior grandeza? Naquilo que imagina a seu respeito, ou na realidade compartilhada? Pense nisso!

Leitores On Line