Itália tem 1º aumento semanal em novos casos desde março

A Itália registrou neste sábado (11) mais 188 casos e sete mortes na pandemia do coronavírus Sars-CoV-2, elevando o total de contágios para 242.827 e o de óbitos para 34.945.

O novo boletim do Ministério da Saúde apresenta redução tanto nos casos quanto nas mortes diárias em relação ao dia anterior, quando o balanço contabilizou 276 diagnósticos positivos, maior número desde 25 de junho, e 12 óbitos.

A Itália também encerrou a semana com 1.423 novos casos (média de 203 por dia), no primeiro aumento em relação aos sete dias anteriores desde o fim de março.

Na semana passada, o país teve mais 1.283 diagnósticos positivos (183 por dia). Apesar disso, o primeiro-ministro italiano, Giuseppe Conte, afirmou recentemente que o país está “equipado para controlar” uma eventual segunda onda da pandemia de coronavírus. Para evitar mais um lockdown, a estratégia do governo é identificar rapidamente os novos casos, fazer testagem em massa e isolar apenas os focos de disseminação que surgirem.

Curados e casos ativos – A Itália também registra 194.579 pacientes curados, o que significa 80% dos contágios já certificados, e 13.303 casos ativos, menor número desde 12 de março (12.839).

Desse total, 67 estão internados em UTIs, dois a mais que em 10 de julho. Apenas seis das 20 regiões da Itália têm pacientes em terapia intensiva: Lombardia (29), Lazio (13), Emilia-Romagna (10), Piemonte (nove), Vêneto (três) e Toscana (três).

Com Agências

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Gostou deste blog? Por favor, compartilhe :)

https://jornaltijucas.com.br/feed/
Seguir por E-mail
YOUTUBE