Irã registra recorde de mortos por Covid-19 em 24h


A pandemia está em ascensão desde o início de maio no país, tanto em termos de número de mortes quanto de novas infecções.
Foto de divulgação mostra o presidente Hassan Rouhani de máscara, em 21 de julho de 2020

As autoridades do Irã anunciaram, nesta terça-feira (21), 229 mortes relacionadas ao novo coronavírus nas últimas 24 horas, um número recorde desde o início da pandemia em meados de fevereiro neste país, o mais afetado no Oriente Médio.
“Perdemos 229 dos nossos compatriotas para a Covid-19 nas últimas 24 horas”, disse a porta-voz do Ministério da Saúde, Sima Sadat Lari, em sua entrevista coletiva diária, elevando o balança da pandemia para 14.634 óbitos.
Irã anuncia novas medidas para combater o surto da Covid-19
O recorde anterior de mortes diárias pelo vírus foi em 9 de julho, com 221 mortes.
Mortes por coronavírus passam de 600 mil no mundo
A pandemia está em ascensão desde o início de maio no país, tanto em termos de número de mortes quanto de novas infecções.
Segundo Lari, 2.625 pessoas testaram positivo para a COVID-19 nas últimas 24 horas, elevando o número total de infecções no território para 278.827.
Diante do aumento da doença, as autoridades tornaram obrigatório o uso de máscara em locais públicos cobertos e voltaram a impor restrições nas províncias mais afetadas, incluindo a capital.
Em abril, as autoridades iranianas haviam iniciado uma suspensão gradual das restrições na tentativa e reativar a economia do país, sufocada pelas sanções dos Estados Unidos.

Com Agências

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.