Imagens de drone mostram fase final da duplicação da BR-470 no complexo da Mafisa

Passagem da Rua 1º de Janeiro já está concluída
Passagem da Rua 1º de Janeiro já está concluída (Foto: Reprodução YouTube) –  ASSISTA

Faltam duas semanas para o DNIT finalmente entregar o complexo da Mafisa, um dos trechos mais aguardados da duplicação da BR-470. A fase final de obras é perceptível a quem passa pelo local, inclusive pelas interrupções no trânsito. Só nesta terça-feira (14) foram três, cada uma de aproximadamente 30 minutos. Quem puder evitar passar por ali nos próximos dias reduzirá o risco de ficar parado no congestionamento.

Do alto, o avanço das máquinas fica ainda mais claro. O engenheiro Lourival Lorenz vem captando imagens da duplicação desde março e publicando em um canal no YouTube. Ele faz o trabalho por hobby e também para ajudar a divulgar a empresa de perícias da qual é sócio.

— O objetivo é criar um grande banco de imagens da 470, até para futuras pesquisas — prevê.

Pelas imagens da Mafisa, é possível entender como funcionará o trânsito a partir do fim do mês, quando a empresa responsável deve dar o trabalho por concluído. Nesta semana, a passagem da Rua 1º de Janeiro sob a BR-470 já foi liberada para os veículos, conectando os bairros Itoupava Norte e Fidélis/Fortaleza sem precisar dar a volta.

O complexo da Mafisa é parte do Lote 3 da duplicação. Como ainda faltam muitas desapropriações nesta região, o DNIT deu prioridade à construção dos viadutos, para desafogar o cruzamento com a SC-108.

Indaial

Acesso a Indaial e Timbó deve ser concluído em agosto
Acesso a Indaial e Timbó deve ser concluído em agosto

(Foto: Patrick Rodrigues)

Mesma prioridade foi dada ao viaduto de acesso a Indaial e Timbó, no Lote 4. Por lá a obra já ganhou forma, com os veículos fazendo desvio pelos lados. Segundo o DNIT, o trevo, que é outro gargalo do trânsito na rodovia federal, deve ser concluído ainda em agosto.

Com Agências