Idosa é presa suspeita de aplicar golpes em instituições financeiras, em Goiânia


Maria da Piedade, de 67 anos, foi flagrada tentando sacar aposentadoria de outra pessoa, usando documentos falsos. Por conta da idade, ela foi liberada e vai responder em liberdade. Idosa é presa suspeita de sacar benefícios de outra pessoa, em Goiânia
Uma idosa de 67 anos foi presa suspeita de aplicar golpes em instituições financeiras, em Goiânia. Segundo a Polícia Civil, Maria da Piedade Silva dos Santos foi flagrada tentando sacar dinheiro de aposentadoria de outra pessoa, usando documentos falsos. Por conta da idade, a idosa foi liberada e vai responder pelo crime em liberdade.
O G1 tenta, na tarde desta segunda-feira (14), localizar a defesa da mulher para que se posicione.
A prisão aconteceu na última sexta-feira (11), por meio do Grupo de Repressão a Estelionato e Outras Fraudes (GREF), da Delegacia Estadual de Investigações Criminais (DEIC).
Segundo a polícia, o flagrante ocorreu após representantes de um banco terem entrado em contato com os investigadores do GREF informando que uma mulher estaria usando documentos possivelmente falsos para tentar sacar a aposentadoria do verdadeiro titular de uma conta bancária.
Idosa é presa suspeita de aplicar golpes em instituições financeiras, em Goiânia
Reprodução/TV Anhanguera
O delegado Cássio Arantes, da Delegacia Estadual de Investigações Criminais (DEIC), que investiga o crime, disse que a partir das informações do banco, de que havia a suspeita de que alguém tentando sacar o beneficio previdenciário de outra pessoa, a equipe de investigadores foi ao local, e conseguiu realizar a abordagem.
“A equipe fez a abordagem confirmando que ela estava com documentos falsos de uma idosa do Maranhão, e na sequência, descobrimos que ela já tinha praticado, em julho, o saque de R$ 1,5 mil, além da suspeita de que ela tenha praticado isso em outras instituições financeiras”.
Idosa é presa em flagrante suspeita de estelionato, em Goiânia
Agora, a polícia investiga a suspeita de que uma quadrilha esteja pagando idosos para fazer este tipo de crime. Segundo o delegado, a foto da idosa foi divulgada, justamente, com a intenção de que, caso alguém reconheça ela por algum crime relacionado, que entre em contato com a polícia pelo 197.
“Recentemente, a equipe da Deic já havia prendido um senhor praticando o mesmo delito. Nesse caso, ele conseguiu realizar um saque de mais de R$ 50 mil, então, há uma suspeita de uma associação ou organização criminosa atuando em Goiás cooptando essas pessoas idosas, que se sujeitem a passar por terceiros para sacar esse benefício”, disse.
A idosa ela deve cumprir medidas cautelares, mas vai ser investigada pela prática dos crimes de estelionato e uso de documentos falsos.
Veja outras notícias da região no G1 Goiás.
Leitores On Line