Ideb: São Carlos e Araraquara têm destaque no ensino médio, mas não batem metas do fundamental


Índice avalia o desenvolvimento da educação básica brasileira. Secretaria Estadual de Educação disse que cidades têm escolas que figuram entre as melhores do estado. Escolas de São Carlos e Araraquara do Ensino Médio tiveram bom desempenho no Ideb 2019
Marlon Tavoni/ EPTV
As redes de ensino de São Carlos e Araraquara (SP) superaram a meta Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (Ideb) prevista para as suas escolas de ensino médio em 2019, mas não conseguiram atingir o mesmo desempenho no ensino fundamental.
O índice, que avalia o desenvolvimento da educação básica brasileira, foi divulgado na terça-feira (15), pelo Ministério da Educação. O levantamento é feito a cada dois anos desde 2005.
Primeiros anos do ensino fundamental
Em 2019, o Brasil bateu a meta para os primeiros anos de aprendizagem (até o 5ª ano) pela sétima vez seguida, mas Araraquara não atingiu a meta estipulada para esse ano que era de 6.9, ficando em 6.7. A última vez que o município ficou dentro da meta para os primeiros anos do ensino básico foi em 2015.
Já São Carlos ultrapassou a meta estabelecida de 6.8, atingindo 7.1. O índice, porém, é o mesmo do último levantamento, em 2017, e não teve evolução.
Os dois municípios ficaram dentro da média estadual, que foi de 6,6 pontos.
Ideb 2019 de São Carlos
Arte G1
Últimos anos do ensino fundamental
Nos anos finais do ensino fundamental (6º ao 9º ano), o Brasil não atingiu o mínimo proposto para a avaliação pela quarta vez consecutiva. Araraquara e São Carlos também ficaram muito abaixo da meta estipulada.
O resultado de São Carlos foi abaixo do desejado pela terceira vez consecutiva. No levantamento de 2019, que tinha a meta de 6.0, atingiu 5.6.
Araraquara nunca atingiu a meta dos últimos anos do ensino fundamental desde que o Ideb foi criado em 2005. Neste último levantamento, o resultado foi de 5.3, enquanto a meta estipulada era de 6.4.
Nos anos finais do ensino fundamental, São Paulo recebeu pontuação de 5,2 – antes tinha 4,8. O desempenho foi o melhor da história de São Paulo e de todas as outras redes estaduais do Brasil, segundo a Secretaria Estadual de Educação.
Ideb 2019 de Araraquara
Arte G1
Ensino médio
No ensino médio, a avaliação geral da educação do Brasil ficou longe da meta, mas este foi o único índice que tanto Araraquara quanto São Carlos foram bem avaliados.
O índice de São Carlos foi de 4.8 de uma meta de 4.5. Em Araraquara, a avaliação foi de 4.7, de uma meta estimada de 4.2.
A média estadual foi 4,3 em 2019. São Paulo permanece em 5º lugar no ranking entre os estados.
Bons exemplos
Para o Subsecretário de Articulação Regional da Secretaria de Educação, Henrique Pimentel Filho, é desafiador identificar os motivos das escolas não alcançarem os resultados projetos regionalmente, mas ele ressaltou que Araraquara e São Carlos têm escolas que figuram entre as melhores do estado no Ideb.
“O que podemos fazer é aproveitar o que estas escolas estão fazendo e gerar uma melhora em outras escolas que estão longe dessa meta”, afirmou.
Como é feita a avaliação do Ideb
Feito pelo Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep), do Ministério da Educação (MEC), o Ideb é um índice de 0 a 10, calculado com base em dois fatores:
índices de aprovação/reprovação dos alunos e de abandono dos estudos, medidos no Censo Escolar;
notas em provas de português e de matemática no Saeb (Sistema de Avaliação da Educação Básica).
Para ter um bom Ideb, é preciso ter baixas taxas de reprovação e de abandono de estudos, além de resultados satisfatórios no Saeb. Essa avaliação é aplicada a cada dois anos, em algumas etapas escolares: 2º, 5º e 9º ano do ensino fundamental, e 3º ano do ensino médio.
Veja mais notícias da região no G1 São Carlos e Araraquara.
Leitores On Line