Homens mascarados prendem estudantes bielorrussos em protesto

Em Minsk, presidente Alexander Lukashenko mês enfrenta protestos sem precedentes - Sergei Gapon/AFP

Em Minsk, presidente Alexander Lukashenko mês enfrenta protestos sem precedentes Imagem: Sergei Gapon/AFP

(Reuters) – Agentes de segurança mascarados arrastaram estudantes das ruas e os colocaram em vans enquanto novos protestos estouravam contra o presidente da Bielorrússia, Alexander Lukashenko, no sábado, no quarto fim de semana desde sua disputada reeleição.

Até 30 pessoas foram detidas por participarem de protestos não autorizados, disse a agência de notícias russa TASS, citando a polícia de Minsk.

Cobertos com bandeiras vermelhas e brancas da oposição, estudantes fizeram protestos em vários lugares da capital, incluindo fora do Instituto de Lingüística do Estado de Minsk, onde a polícia prendeu cinco pessoas na sexta-feira, mostraram imagens da mídia local.

Em outros lugares, homens mascarados arrastaram estudantes que se reuniram em um restaurante na Rua Karl Marx, no centro de Minsk, enquanto alguns dos manifestantes gritavam “tribunal!”, de acordo com imagens mostradas pelo meio de comunicação TUT.BY.

Mais tarde, milhares de mulheres realizaram uma passeata separada por Minsk à tarde, gritando “tire as mãos das crianças” como um de seus slogans.

Uma mulher foi até as forças de segurança mascaradas em fila, mostrando-lhes fotos de manifestantes com hematomas no corpo. O governo já havia negado ter abusado de detidos depois que muitos saíram da prisão após a eleição reclamando de espancamentos punitivos.

Gostou deste blog? Por favor, compartilhe :)

https://jornaltijucas.com.br/feed/
Seguir por E-mail
YOUTUBE
Leitores On Line