Homem morto em Major, foi autor de tentativa de homicídio

Um óbito, tentativa de homicídio e vias fato foi registrado no fim da tarde deste sábado (11), na Estrada Geral Nega Chica em Major Gercino. Marlésio Leão foi a óbito ao dar entrada no Hospital, e Willian Souza sofreu graves lesões após ser atingido por uma pá. De acordo com informações, Marlésio atacou Willian com […]

Um óbito, tentativa de homicídio e vias fato foi registrado no fim da tarde deste sábado (11), na Estrada Geral Nega Chica em Major Gercino. Marlésio Leão foi a óbito ao dar entrada no Hospital, e Willian Souza sofreu graves lesões após ser atingido por uma pá.

De acordo com informações, Marlésio atacou Willian com uma pá, após ser questionado por provocações rotineiras ao seu pai. A vítima reagiu a agressão e após isso o agressor teria sofrido um mal súbito. Ele chegou a receber manobras de ressuscitação de uma testemunha, que interviu na briga.

As primeiras informações davam conta que a agressão teria ocorrido com o uso de um martelo, mas os depoimentos prestados a polícia não confirmam o fato. De acordo com a esposa da vítima de tentativa de homicídio, já haviam vários boletins de ocorrência contra o agressor que tinha divergências com seu sogro.

Como teria acontecido a briga

Uma testemunha relatou que Marlésio Leão, autor da tentativa de homicídio e que morreu no fim da tarde deste sábado (11), tem histórico de atritos com o pai de Willian Souza. Pela manhã Leão teria provocado o homem, usando o apelido de Pulga, como argumento para deboche.

Próximo das 17 horas, William teria parado próximo ao agressor e questionado os motivos das desavenças com seu pai. Nesse momento Marlésio teria feito ameaças e depois investido com uma pá com a vítima. Os dois caíram no chão e William revidou a agressão.

Ainda de acordo com a testemunha, os dois foram separados, mas as ameaças continuaram. Neste momento o agressor teria tido um mal subido e caído no chão. Foram feitas manobras de reanimação e acionado socorro. Marlésio chegou a ser reanimado antes da chega dos socorristas.

Willian apresentava sangramento na cabeça e foi levado para o Hospital, onde recebeu quatro pontos na cabeça. Os envolvidos foram levados para Delegacia de Polícia Civil para prestar esclarecimentos. O Instituto Geral de Perícias também foi acionado.

Marlésio tinha escoriações no supercílio, e o óbito será atestado pelo IGP. O caso será investigado pela Polícia Civil.

Com Agências