Homem é preso com droga escondida em canil e cerca de 200 galos de rinha em Teresina


Os animais foram resgatados pela Polícia Ambiental. Com o homem também foi encontrado 1.800 kg de cocaína, munições, dinheiro e som automotivo roubado. Cerca de 200 galos foram encontrados emnm gaiolas na residência
Divulgação/Força Tarefa SSP
Um homem identificado como José Adauto Rodrigues de 25 anos foi preso pela Força Tarefa da Secretaria de Segurança Pública (SSP) com 1 kg e 800 gramas de cocaína e cerca de 200 galos mantidos em gaiolas. O flagrante aconteceu na manhã dessa terça-feira (15), no bairro Vamos Ver o Sol, Zona Sul de Teresina.
Um homem identificado como José Adauto Rodrigues, de 25 anos, foi preso pela Força Tarefa da Secretaria de Segurança Pública (SSP) com 1.800 quilos de cocaína e cerca de 200 galos mantidos em gaiolas. O flagrante aconteceu na manhã dessa terça-feira (15), no bairro Vamos Ver o Sol, Zona Sul de Teresina.
Segundo o comandante da Força Tarefa, capitão Frazão Neto, no local havia um criadouro e uma arena destinada a rinha de galos, onde animais eram colocados para brigar até a morte.
“Recebemos informações pelo nosso serviço de inteligência que na residência do homem funcionava um canil, que era ponto de venda de drogas. No local constatamos sobre a evidência da droga e flagramos 200 galos de briga em gaiolas”, relatou o capitão ao G1.
Espécie de octógono que funcionava como arena era utilizado para que animais brigassem até a morte
Divulgação/Força Tarefa SSP
Conforme Frazão Neto, o Batalhão de Policia Ambiental (BPA) foi acionado para resgatar os animais com segurança. “O BPA tomou as devidas providências em relação a esse crime”, disse o capitão.
Com o homem também foi encontrado R$1.090, seis munições de calibre 38, um celular e aparelhos de som automotivo roubados, e vai responder pelo crime de receptação. Ele foi conduzido a Central de Fragrantes com todo o material apreendido.
Todo o material apreendido foi levado para a Centrala de Flagrantes
Divulgação/Força Tarefa SSP
José Adauto tem passagem pela polícia pelo crime de homicídio. A Polícia Civil vai investigar se há mais pessoas envolvidas quanto à origem e destino da droga encontrada.
VÍDEOS: veja as notícias mais vistas do G1 Piauí
*Vitória Pilar, estagiária sob a supervisão de Catarina Costa.
Leitores On Line