Governo suspende prazo para pedir seguro-desemprego durante o período de calamidade pública

governo-suspende-prazo-para-pedir-seguro-desemprego-durante-o-periodo-de-calamidade-publica


Antes, o trabalhador demitido tinha prazo de 120 dias para solicitar o benefício a partir do sétimo dia da demissão. O governo suspendeu o prazo para que o trabalhador demitido possa solicitar o seguro-desemprego durante o período de calamidade pública.
Governo suspendeu prazo para pedir seguro-desemprego
Divulgação/ Reprodução
Antes, o trabalhador demitido tinha um prazo de 120 dias para solicitar o seguro-desemprego a partir do sétimo dia da demissão.
Trabalhador poderá receber seguro-desemprego na própria conta bancária
Seguro-desemprego na pandemia do coronavírus: veja como pedir o auxílio após demissão
Trabalhador poderá receber seguro-desemprego na própria conta bancária
A resolução que suspende o prazo foi publicada no Diário Oficial da União no fim de agosto. O estado de calamidade pública teve início em 20 de março e vigora até o fim deste ano.
De acordo com a decisão do governo, embora a suspensão do prazo só tenha sido oficializada no mês passado, ela incorpora os casos de demissão registrados depois do início do período de calamidade pública.
Dessa forma, se o trabalhador perdeu o prazo para pedir o seguro-desemprego, ele pode pedir a revisão da solicitação do benefício.
No acumulado dos sete primeiros meses deste ano, os pedidos de seguro-desemprego somaram 4.521.163, uma alta de 11% na comparação com o mesmo período de 2019.

Leitores On Line