Governo mantém projeção de queda de 4,7% para o PIB em 2020

Estimativa para a economia brasileira é a mesma divulgada em maio pelo governo. Previsão reflete os efeitos da pandemia do novo coronavírus. A equipe do Ministério da Economia manteve em 4,7% a estimativa para o tombo da economia brasileira em 2020.
O número foi divulgado nesta terça-feira (15) por meio Boletim Macrofiscal do orçamento de 2020, uma publicação da Secretaria de Política Econômica do Ministério da Economia.
Essa é a mesma previsão que foi divulgada em maio pela equipe econômica.
Em março, no início da pandemia do novo coronavírus, a previsão era de estabilidade no PIB.
O PIB é a soma de todos os bens e serviços produzidos no país e serve para medir a evolução da economia.
O Ministério da Economia estima crescimento de 3,2% da economia no ano que vem.
A estimativa de queda do PIB neste ano é reflexo de medidas restritivas e de distanciamento social tomadas para frear a pandemia do novo coronavírus.
As ações levaram, por exemplo, ao fechamento de boa parte do comércio e de fábricas ligadas a áreas consideradas não essenciais. Esses serviços, porém, estão sendo gradativamente reabertos em todo país.
Inflação
A projeção do Ministério da Economia é que a inflação medida pelo IPCA fique em 1,83% este ano. Abaixo do centro da meta.
Para o próximo ano, a expectativa é que a inflação medida pelo IPCA seja de 2,94%.
Leitores On Line