Governo de SP anuncia reabertura de parques temáticos ao ar livre


Parques poderão funcionar a partir do dia 23 de setembro por até 8 horas, por dia, com 40% da sua capacidade e obedecendo os protocolos de segurança, como, por exemplo, uso obrigatório de máscaras. Ingressos serão vendidos apenas on-line. Montanha-russa “Montezum”, uma das principais atrações do Hopi Hari, em Vinhedo (SP)
Karoline Porto/G1
O governador de São Paulo, João Doria (PSDB), anunciou nesta quarta-feira (16) que os parques e atrações temáticas ao ar livre poderão reabrir a partir do dia 23 de setembro em todo o estado, desde que obedeçam aos protocolos sanitários estabelecidos pela gestão estadual devido a pandemia do coronavírus.
“O estado de São Paulo tem a maior concentração de parques temáticos de toda a América do Sul. Os parques e atrações temáticas poderão reabrir em São Paulo a partir do dia 23 de setembro desde que todos estejam ao ar livre”, disse Doria durante coletiva no Palácio dos Bandeirantes, na Zona Sul de São Paulo.
Os parques poderão funcionar 8 horas por dia com até 40% da sua capacidade e obedecendo os protocolos de segurança como, por exemplo, o uso de máscaras obrigatório e medição de temperatura daqueles que ingressarem no local. Ingressos serão vendidos apenas on-line.
As fiscalizações para assegurar que os parques estão cumprindo as regras sanitárias exigidas serão feitas pelas prefeituras.
O secretário de turismo do estado de São Paulo, Vinicius Lummertz, disse nesta quarta-feira (16) que a reabertura parques temáticos pode incentivar uma retomada do setor do turismo, que foi muito afetado pela pandemia do coronavírus.
“Essa retomada mediante a protocolos, nesse caso, caso de Itupeva também e dos demais parques darão condições a uma retomada segura pelo turismo de proximidade que é a primeira demanda de retomada do turismo do estado de São Paulo como maior emissor de turismo nacional e internacional. Portanto, substitui a viagem ao exterior, substitui a viagem interna até que as coisas se normalizem no mundo, dá-se uma opção de descentralização do turismo dentro do estado de São Paulo mediante essa vocação do estado para parques temáticos organizados”, afirmou o secretário.
Lummertz disse ainda que em 2019 o setor do turismo tinha sido o maior gerador de empregos no estado com mais de 50 mil vagas, mas que em 2020 muitos postos de trabalho foram perdidos.
“Cabe salientar aqui também que essa retomada é significativa à medida que nós perdemos empregos no turismo no ano de 2020. O turismo tinha sido em 2019 o maior gerador de empregos no estado com mais de 50 mil empregos segundo o CAGED. Esse ano nós estamos até julho num déficit de 138 mil empregos e aqui nós recuperamos 26 mil postos de trabalho porque aqui nós estamos falando de forma direta e indireta. Vejamos o caso clássico de termas dos Laranjais, 1.88 milhão de visitantes em uma região, em uma cidade com 25 mil leitos”, afirmou.
Hopi Hari
Um dos parques que permaneceu fechado durante os últimos seis meses devido a pandemia do coronavírus foi o Hopi Hari, localizado em Vinhedo, no interior do estado.
A administração do parque informou ao G1 que irá reabrir aos finais de semana, das 11h às 16h. Além das medidas de segurança colocadas pelo governo, o parque informou que os visitantes deverão respeitar o distanciamento de 1,5 metro nas filas das atrações, lanchonetes e demais equipamentos, e só poderão permanecer no grupo com quem chegou ao parque, sendo vedada a interação ou aproximação com visitantes de outros grupos.
Initial plugin text
Leitores On Line