Funkeira MC Atrevida morre após fazer procedimento estético em clínica na Vila Isabel, no Rio

A funkeira Fernanda Rodrigues, de 44 anos, mais conhecida como MC Atrevida, morreu após fazer um procedimento estético em uma clínica em Vila Isabel, na Zona Norte do Rio. A cantora fez uma lipoescultura para retirar gordura das costas e injetar nos glúteos, realizada no dia 16 de julho. Após dez dias, ela foi internada no Hospital municipal Evandro Freire, na Ilha do Governador, mas não resistiu e veio a óbito.

Segundo a Secretária Municipal de Saúde, Fernanda chegou com fortes dores no último domingo, dia 26, e foi encaminhada para Unidade de Terapia Intensiva (UTI) em estado grave. Ela morreu no dia seguinte e seu corpo foi encaminhado para o Instituto Médico Legal.

Conforme a SMS, só um laudo do IML vai determinar o que causou o óbito.MC Atrevida foi enterrada nesta quarta-feira, dia 29, no Cemitério da Cacuia, na Ilha. O caso é investigado pela 37ªDP (Ilha).

Em uma live pelo Instagram, Wania Tavares, dona da clinica e que se autointitula “Rainha das Plásticas”, afirmou que vai aguardar o laudo com a causa da morte, mas que está tranquila.

“Eu não gostaria de falar agora, eu gostaria de esperar os laudos. Porém, como vai sair na TV, eu já vou explanando porque vocês têm o direito de já saber. Eu estou com a minha consciência supertranquila quanto ao procedimento, que foi feito corretamente”, afirmou.

AO EXTRA, por telefone, uma das secretárias de Wania, chamada Monique afirmou que a dona não irá se manifestar porque “está esperando o laudo sair”. A funcionária disse ainda que a clínica “tem certeza de que prestou um bom serviço” à funkeira e vão “entender o que aconteceu com o laudo”.

No dia 7 de julho, Fernanda publicou uma foto no Facebook ao lado de Wania em frente ao local onde realizaria a lipoescultura nove dias depois. A funkeira elogiou a dona do lugar:

“A braba tem nome. Rainha das Plasticas Vânia. Quer ficar com a beleza em dia? É aqui na Vila Isabel”, escreveu na publicação.

Amigos fazem homenagem

Após a morte de MC Atrevida, os amigos prestaram homenagens nas redes sociais:

“Quem vai me fazer passar mal de rir na madrugada? De quem vou ouvir que sou pica das galáxias? Quem vai me ligar fazendo queixa do nosso Doug e pedindo pra eu arrasar ele? Eu vou ganhar essa guerra por vc agora! É questão de honra! Vai em paz irmã… Fernanda Rodrigues atrevida, deixa que iremos brigar por vc aqui. Obrigada por tudo. Até um dia…”, disse a jornalista Luciana Picorelli.

“Com a vida aprendi que não existem despedidas fáceis, mas de todas, a que dói mais é aquela em que sabemos que não voltaremos a encontrar a pessoa a quem dizemos adeus.Hoje lhe digo um desses adeus, amiga, pois você partiu para sempre e junto levou um pedaço grande do meu coração. Adeus, minha amiga! Como custa aceitar esta despedida, como dói tentar imaginar como será o dia de amanhã sem ter você por perto.Mas mesmo não estando mais entre nós, você estará eternamente comigo, através de todas as lembranças que construí ao seu lado, e desta saudade que para sempre sentirei por você. Descanse em paz, amiga! Te amarei eternamente”, escreveu a amiga Janine Vieira.

“Meu coração está muito triste com a perda essa mulher incrível que SP plantou coisas boas. Que Deus receba esse anjo de braços abertos”, escreveu a amiga Barbara Paz.

Gostou deste blog? Por favor, compartilhe :)

https://jornaltijucas.com.br/feed/
Seguir por E-mail
YOUTUBE
Leitores On Line