Fundação Celesc atinge marca de R$ 2,9 bilhões pagos em aposentadorias e pensões

Em Florianópolis, a Fundação Celesc de Seguridade Social (CELOS) superou a marca de 5,8 mil aposentadorias e pensões concedidas. São R$ 2,9 bilhões pagos ao longo de seus 47 anos, completos em setembro de 2020.

Os números são robustos também em relação aos planos de saúde. A média anual é de 234 mil consultas, 896 mil exames complementares, 5,8 mil internações e 58,5 mil serviços ambulatoriais. Ainda, são cerca de 123 mil procedimentos odontológicos realizados todos os anos. 

O trabalho também exigiu nesse ano o enfrentamento dos efeitos da crise causada pela pandemia de Covid-19. Com uma carteira de investimentos preparada para momentos atípicos e a capacidade de rápida avaliação de cenários, o resultado foram cinco meses de rentabilidade positiva no primeiro semestre de 2020. A única exceção foi o mês de março, quando ocorreu o grande baque do isolamento.

O Plano Misto acumulou alta de 2,79% diante da meta atuarial de 3,43%, que correspondeu a 159% do CDI, enquanto que o Plano Transitório, que possui a mesma meta, rendeu 2,25%. Com o resultado obtido no mês de julho, o Plano Misto superou a meta atuarial anual de 4,11%, somando 5,37% no acumulado.

– Há uma constante transformação para melhor atender os participantes e beneficiários,  visando sempre seu propósito de gerar benefícios previdenciários e garantir a saúde de todos seus beneficiários -, salientou a presidente da CELOS, Vanessa Evangelista Ramos Rothermel.

– Temos muito a comemorar, é uma trajetória de 47 anos de sucesso. A CELOS foi uma das primeiras do segmento de previdência complementar em SC, criada com a finalidade de oferecer um benefício de aposentadoria complementar aos trabalhadores da Celesc, assim como priorizando seu bem-estar -, completou.