O sinal vermelho está ligado. De acordo com o alerta divulgado pela prefeitura de Florianópolis através do Covidômetro, site oficial que apresenta o quadro da doença, a capital catarinense está no status de Altíssimo Risco para contaminação do coronavírus.

Ao todo, são mais de 3 mil casos, com 34 mortes e mais de 1 mil pacientes infectados no momento. A ocupação dos leitos chega a 92%, sendo que para adultos esta taxa sobe para 94%.

Alerta máximo

Novas medidas de enfrentamento estão sendo estudas pelas autoridades de saúde. Esta semana, o secretário de Estado da Saúde, André Motta Ribeiro, acenou com a possibilidade de aumento de leitos para os hospitais da Capital.

O planejamento é que estes leitos sejam cerca de 50 novos leitos de terapia intensiva. tanto em unidades da rede estadual, como Instituto de Cardiologia e hospitais Celso Ramos, Nereu Ramos, Florianópolis e o Regional de São José, quanto em unidades não geridas diretamente pelo Estado, como o Hospital de Biguaçu e o Hospital de Caridade.

“Ficou pactuado que os municípios vão ajudar a estruturar leitos de UTI no Hospital de Biguaçu e no Caridade e as nossas unidades próprias também estão sendo preparadas para a oferta de mais leitos “, destaca Motta Ribeiro.