Flávio Bolsonaro avisa que não vai à acareação com Marinho

O senador Flávio Bolsonaro não vai comparecer à acareação com o empresário Paulo Marinho programada para a próxima segunda-feira (21), na sede do MPF, no âmbito das investigações sobre o vazamento da Operação Furna da Onça, da Lava Jato, no fim de 2018. A defesa do senador disse que o parlamentar está com compromisso na agenda e não poderá comparecer, mas que está à disposição em nova data. O compromisso está marcado para a próxima segunda e o empresario Paulo Marinho informou à Jovem Pan que vai comparecer no MPF mesmo sabendo que Flávio não estará presente.

Flávio tem prerrogativa de foro como senador — e pode agendar dia, hora e local de interrogatórios e oitivas. A denúncia do empresario aponta que o ex-deputado estadual soube, no fim de 2018, que a Lava Jato ia promover a operação e que essa atingiria, em cheio, a Alerj — na operação em que começaram a surgir relatórios do Coaf sobre movimentações financeiras atípicas em mais de 20 gabinetes. Entre eles está o do ex-deputado. O caso ficou conhecido como rachadinha. No Rio de Janeiro Flávio é investigado por esse caso, por suposto crime eleitoral e ainda no caso do suposto vazamento da Operação Furna da Onça.

*Com informações do repórter Rodrigo Viga