Filho morre vítima da Covid-19 horas após a mãe em Xanxerê

Xanxerê, no Oeste de Santa Catarina, registrou mais duas mortes causadas pela Covid-19 neste final de semana. As vítimas eram mãe e filho.

Ademar Júnior Isotton, 32 anos, morreu às 3h30 deste domingo (20) oito horas após a mãe dele, Erenita Isotton, de 60 anos, falecer em decorrência da doença. Júnior, nome que usava nas redes sociais, é a 29° vítima fatal do novo coronavírus no município, desde o início da pandemia. Ambos eram funcionários da Prefeitura Municipal de Xanxerê.

Ademar Júnior Isotton morreu oito horas após a mãe. Ambos foram vítimas da Covid-19 – Foto: Reprodução/Facebook/ND

Conforme a Vigilância Epidemiológica, Júnior estava internado na UTI do Hospital Regional São Paulo. Ele havia sido encaminhado à unidade hospital no dia 4 de setembro após ser diagnosticado com Covid-19 pelo Centro de Atendimento ao Coronavírus. Júnior apresentava comorbidades.

Já Erenita morreu por volta das 19h30 deste sábado (19) também na UTI do Hospital Regional São Paulo. Ela estava internada desde o dia 10 de setembro e apresentava comorbidades. O exame que diagnosticou a Covid-19 foi feito no dia 8 de setembro.

Funcionários da prefeitura

Ademar Júnior trabalhava como motorista na Secretaria Municipal de Saúde de Xanxerê.

No dia 12 de setembro, a secretária Municipal de Saúde, Irene Goralski, fez uma postagem em uma rede social dizendo que estava rezando pela recuperação do colega de trabalho.

Segundo a Prefeitura Municipal de Xanxerê, apesar de apresentar comorbidades, Júnior estava trabalhando normalmente até ser diagnosticado com a doença.

“Ele não quis se afastar, pois disse que estava bem e queria continuar trabalhando”, informou a prefeitura. A mãe dele, Erenita Isotton, era professora da rede municipal de ensino.