Fiesp diz que calendáriode eleição, criticadopor opositores, foi definido por unanimidade

Sucessão de Paulo Skaf naentidade está marcada para julho de 2020

Chapa Os interessados em disputar a presidência da Fiesp em 2020 começaram a se mexer nesta terça (9), quando saiu o edital determinando que os registros das chapas sejam entregues daqui a 20 dias.

Corrida José Roriz Coelho, que hoje é vice na entidade e faz oposição à atual gestão, vem há meses se preparando para disputar a vaga, mas achou o prazo curto. A Fiesp diz que a data da eleição foi aprovada pela diretoria por unanimidade, como determina o estatuto.

Voto Segundo a Fiesp, a comissão formada pelos juristas Ellen Gracie, Sydney Sanches, Almir Pazzianotto, Ives Gandra, e Cristina Mattioli também teve a aprovação da direção, e é ela quem determina os prazos.


Com Agências

Leitores On Line