Festival de cinema disponibiliza mais de 60 filmes gratuitos sobre meio ambiente

Filme Amazônia, o Despertar da Florestania integra a programação.  (Foto: Divulgação)

Filme Amazônia, o Despertar da Florestania integra a programação. (Foto: Divulgação)

Começa, nesta segunda-feira, a segunda edição do Festival Internacional de Cinema Ambiental da Serra Catarinense. A programação, que conta com a exibição de filmes, lives e exposições fotográficas, será disponibilizada virtualmente devido à pandemia do novo coronavírus. As inscrições estão abertas até o dia 14 de setembro.

Homenageando o ativista ambiental e cineasta André D’Elia, o festival vai exibir mais de 60 filmes ao longo da extensa programação. Todos os títulos ficarão abertos gratuitamente no site por um período de 24 horas.

Além do cinema, estão programadas lives nas redes sociais com convidados, a exemplo do cineasta Silvio Tendler, a atriz e diretora de Amazônia, o despertar da Florestania, Christiane Torloni e  ngela Mendes, filha do ambientalista e líder sindical Chico Mendes. As transmissões ficam gravadas na íntegra nas redes sociais do festival.

Também no âmbito virtual, duas exposições fotográficas foram montadas a fim de retratar a temática ambiental, são elas: Komerobi, de Maria de Oliveira, que mostra a relação da luz e a mata na região de Garopaba, Santa Catarina, e Tons da Serra, de Marcus Zilli, uma viagem fotográfica pelo relevo, clima e a cultura que se fundem criando cores e tons da Serra Catarinense.

Leitores On Line