Tuesday, 04 August, 2020

JORNAL TIJUCAS

Fátima é o bairro com mais escorpiões encontrados em Joinville; veja lista completa


Escorpião-amarelo é o mais perigoso da América Latina e pode ser mortal

Escorpião-amarelo encontrado em Joinville
Escorpião-amarelo encontrado em Joinville

O escorpião-amarelo é considerado o mais perigoso da América Latina e já foi encontrado em 18 bairros de Joinville. Os dados foram divulgados na última quinta-feira (30) em reportagem do AN, mas agora o município detalhou os números por bairros. O Fátima, na zona Sul da cidade, lidera essa lista com 174 escorpiões encontrados pela população.

“A família não tem visão dele doente, de tão rápido que foi”, diz filho de vítima do coronavírus em Joinville

Em seguida, aparecem a Zona Industrial Norte, com 122 casos, e o bairro Nova Brasília, com 76 (veja a tabela completa abaixo). Já na análise por regiões da cidade, a zona Sul aparece com 188 registros de escorpiões encontrados até hoje, seguida pela zona Norte, com 125.

Anteriormente, a Vigilância Ambiental de Joinville havia optado por não divulgar os dados onde já foram reportados casos. Isso porque era comum que, após a divulgação dos casos, as pessoas optassem por deixar a casa. O imóvel perdia o valor imobiliário e o problema dos escorpiões não era resolvido.

A Vigilância Ambiental considera que o bairro está infestado ao encontrar apenas um exemplar do escorpião-amarelo, por um motivo bem simples: esta espécie não precisa de um companheiro para reprodução, já que realiza a partenogênese.

— Quase todos os indivíduos são fêmeas e elas já nasce com o óvulo fecundado. Em seis meses o filhote entra em idade reprodutiva e faz, durante o ano, duas gestações. A cada gestação pode nascer de 17 a 21 filhotes — explica o médico-veterinário da vigilância, Jaime de Matos Júnior.

Como evitar a propagação

Para evitar a propagação dos escorpiões em casa, é importante fechar acessos — como instalar veda frestas embaixo das portas — e evitar, por exemplo, que a roupa de cama encoste no chão. Ela pode funcionar como “ponte” para o escorpião subir na cama à noite. Também é importante sempre verificar roupas e calçados antes de serem vestidos.

— Ele não é um animal agressivo. O escorpião pica como auto defesa, porque foi pressionado, por exemplo — esclarece o veterinário.

Os escorpiões desta espécie não são nativos de Santa Catarina — o habitat deles é nas regiões Nordeste, Centro-Oeste e Sudeste do Brasil — mas começaram a ser encontrados em Joinville em 2013.

Obter novas postagens por e-mail:

Cadernos

Confira…



Fale conosco
redacao@jornaltijucas.com.br 
+554833330097

 

Leitores On Line

 

Gostou deste blog? Por favor, compartilhe :)

https://jornaltijucas.com.br/feed/
Seguir por E-mail
YOUTUBE