EUA teriam testado ‘supermíssil’ hipersônico 17 vezes mais veloz que velocidade do som

Destróier de mísseis guiados USS Porter (DDG 78) lançando um míssil de ataque terrestre Tomahawk no mar Mediterrâneo, 7 de abril de 2017

Militares norte-americanos testaram recentemente um míssil hipersônico que voou 17 vezes mais rápido que a velocidade do som, revelou a emissora CNN, citando um oficial sênior do Departamento de Defesa dos EUA.

O oficial em anonimato, de acordo com o relato de quinta-feira (16), afirmou que teria testado com sucesso um míssil hipersônico. O relatório acrescentou que o teste do míssil foi realizado em março no oceano Pacífico.

A fonte da CNN elogiou o novo míssil, considerando “difícil se defender” dele com o uso de sistemas de defesa antiaérea convencionais por causa de uma trajetória imprevisível.

“Tentar se defender de um veículo hipersônico, com uma trajetória incerta, se torna muito mais difícil de lidar, e as defesas se tornam muito difíceis pela associação de velocidade muito alta à incerteza na trajetória de voo”, afirmou o oficial sênior à CNN.

Além disso, o oficial anônimo disse que os militares dos EUA testarão um míssil de cruzeiro hipersônico no final deste ano.

Segundo o relato, que citou responsáveis norte-americanos, os mísseis hipersônicos que estão sendo desenvolvidos pelos EUA não terão capacidade nuclear.

Afirmações anteriores

Desde maio, o presidente norte-americano, Donald Trump, faz comentários sobre um míssil hipersônico que é “17 vezes mais rápido” do que qualquer outro míssil, descrevendo-o como “bom demais”.

“Ao que ele [Trump] estava se referindo, na verdade, era sobre o recente teste de voo que realizamos em março, onde voamos 17 vezes mais rápido do que a velocidade do som […] Há apoio e interesse a nível presidencial no que estamos fazendo”, comentou o oficial do Departamento de Defesa dos EUA.

Em 30 de junho, Mark Lewis, diretor de Pesquisa e Engenharia de Defesa para Modernização do Departamento de Defesa, afirmou que os EUA estão procurando realizar seus primeiros voos de teste de protótipos completos de armas hipersônicas até 2025 e com armas destacáveis até a segunda metade da década.

O Departamento de Defesa norte-americano planeja realizar pelo menos 40 testes de voo de mísseis hipersônicos sobre o oceano Pacífico nos próximos quatro anos.

Com Agências

Gostou deste blog? Por favor, compartilhe :)

https://jornaltijucas.com.br/feed/
Seguir por E-mail
YOUTUBE
Leitores On Line