‘Estava debilitado, cansado e sujo’, diz motorista que deu carona a adolescente desaparecido em SP


Wesley Pires Alves Filho, de 13 anos, pegou carona de Serrana (SP) a Ribeirão Preto (SP). Ele sumiu há 19 dias após sair de casa, em Franca (SP), e dizer à família que ia a um varejão. Motorista que teria dado carona a adolescente desaparecido relata como o garoto estava
O motorista Sílvio Luiz Ferreira, que segundo a Polícia Civil deu uma carona ao adolescente Wesley Pires Alves Filho, desaparecido há 19 dias em Franca (SP), afirmou que encontrou o garoto em más condições antes levá-lo de Serrana (SP) a Ribeirão Preto (SP) em uma van.
“Ele estava meio debilitado. Estava meio cansadão, meio passado, meio com vergonha. Estava sujo também”, disse Sílvio.
O menino de 13 anos sumiu no dia 28 de agosto após sair de casa, no Jardim Aeroporto I. Ele disse à família que ia a um varejão. Câmeras de segurança registraram o garoto ainda em Franca e também na Rodovia Ronan Rocha.
A família fez buscas por cidades na região de Franca, como Ipuã (SP) e Patrocínio Paulista (SP), mas não o encontrou.
A Polícia Civil investiga o caso e já ouviu testemunhas. Elas disseram que viram o garoto nas imediações do Terminal Rodoviário e Ribeirão Preto e no Mercadão Municipal, no Centro da cidade.
Motorista diz que deu carona de Serrana a Ribeirão Preto a menino desaparecido em Franca (SP)
Kaique Castro e N. Fradique/Portal GCN
Ajuda
O motorista da van também foi ouvido pelo delegado Eduardo Bonfim, responsável pelo caso, e relatou que Wesley foi até a cooperativa onde ele trabalha, em Serrana, à procura do transporte na van.
O garoto teria dito que precisava chegar a Franca, mas aceitou a carona até a rodoviária de Ribeirão Preto. O menino, segundo o motorista, disse que procuraria ajuda para pegar um ônibus até a cidade de origem.
“Ele chegou perguntando como era a van, como fazia para pegar. Aí ele falou: ‘Mas não tenho dinheiro’. Aí eu falei: ‘Monta lá atrás que eu te levo até Ribeirão’. Ele pegou, desceu, aí até expliquei para ele: ‘A rodoviária é ali para frente’. Ele disse obrigado e foi embora”, relata.
Sílvio Luiz Ferreira disse que não sabia que o garoto estava desaparecido. “Se soubesse, teria parado perto de uma polícia e falado que ele está desaparecido, não está falando coisa com coisa”, afirma.
Wesley Pires Alves Filho, de 13 anos, desapareceu em Franca, SP
Arquivo pessoal/Divulgação
Investigação
O delegado Eduardo Bonfim afirmou na terça-feira (15) que as investigações indicam que Wesley está vivo, mas não aparenta querer voltar para casa. Isso, segundo o responsável do caso, dificulta as buscas da Polícia Civil, concentradas agora em Ribeirão Preto.
Bonfim disse que a Polícia Civil trabalha com a hipótese de que o garoto está sobrevivendo com o que ganha em semáforos e nas casas da região.
Testemunhas que deram dinheiro e comida ao garoto relataram que o traje que ele vestia era diferente do conjunto com o qual ele saiu de casa.
“Ele demonstrou que teve capacidade de rodar muito, de sobreviver todos esses dias. Estamos traçando o perfil psicológico dele para ver o porquê disso. Pode ser rebeldia da própria idade, a liberdade que ele teve a partir do momento que não tinha ninguém controlando ele”, explica.
Pais de menino que desapareceu em Franca (SP)
EPTV/Reprodução
Perfil
Os pais do menino afirmam que o filho não era envolvido com drogas nem tinha qualquer problema com a polícia. Eles suspeitam que alguém tenha interceptado o garoto na rua.
A polícia que traçar um perfil psicológico do garoto para entender os motivos da fuga e o porquê ele ainda não voltou para a casa.
Moradores que tiverem alguma informação sobre o caso podem entrar em contato com a polícia pelo telefone 190.
Câmera de segurança registrou menino desaparecido próximo à Rodovia Engenheiro Ronan Rocha em Franca (SP)
EPTV/Reprodução
Veja mais notícias da região no G1 Ribeirão Preto e Franca
Leitores On Line