Embaixador do Brasil boicota evento em Paris ao saber que Marielle seria homenageada

O embaixador do Brasil na França, Luis Fernando Serra, cancelou sua participação em um evento com acadêmicos em Paris ao descobrir que a vereadora Marielle Franco, assassinada em 14 de março de 2018, seria homenageada.

FRANCE-BRAZIL-INAUGURATION-GARDEN

Segundo reportagem do portal UOL, a informação consta de telegramas internos enviados pelo diplomata ao Itamaraty, em Brasília, e solicitados pela bancada do PSOL, interessada em saber orientações do Ministério das Relações Exteriores às embaixadas sobre o que deve ser dito em relação à morte de Marielle.

“Convidado para assistir à cerimônia de encerramento do Congresso, fui informado de que o evento ocorrerá em local cedido pela prefeitura de Paris, com a presença da prefeita Anne Hidalgo (Partido Socialista)”, escreveu Serra em 6 de agosto de 2019, sobre o Congresso da Associação de Brasilianistas na Europa.

“Na ocasião, após a palestra final da conferência, deverá ser dada a palavra à prefeita para ‘prestar homenagem à brasileira Marielle Franco’. Na ocasião, a prefeita tornará pública a localização de jardim da capital francesa que receberá oficialmente o nome da vereadora brasileira”, explicou. “Ante o exposto, tomei a iniciativa de cancelar minha participação no referido evento”, concluiu o embaixador.

Em 26 de setembro, Serra informou sobre a inauguração da praça. “A embaixada do Brasil não foi contatada ou convidada para a cerimônia de inauguração do Jardim Marielle Franco na capital da França”, explicou.

Com Agências

Gostou deste blog? Por favor, compartilhe :)

https://jornaltijucas.com.br/feed/
Seguir por E-mail
YOUTUBE
Leitores On Line