Em iniciativa discutível, Damares anuncia curso para 50 mil candidatas

Numa inciativa bastante discutível, o ministério de Damares Alves anuncia que pretende treinar e capacitar nada menos que 50 mil mulheres candidatas nas eleições de outubro.

O “curso prático” foi batizado pela pasta da ministra como “Maratona + mulheres na política”.

O curso será dividido em três módulos e será estendido também a equipe da candidata a vereadora e prefeita.

Material divulgado pelo Ministério da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos informa que serão ministrados cursos sobre convenção partidária, elaboração de propostas, como se faz propaganda eleitoral, formas de arrecadação e prestação de contas.

Continua após a publicidade

Dois módulos serão para tratar de assuntos “assuntos ligados à política e ao público feminino, como a oratória e a importância da comunicação na atuação político-social da mulher, o papel da mulher na política, liderança voltada para a política, o papel da liderança feminina e a formulação e consolidação de políticas públicas”.

O objetivo, diz o material do governo, é que, ao final da eleição, cada município do país tenha ao menos uma vereadora eleita.

O curso será em parceria com o Instituto Federal do Espírito Santos (Ifes).

 

Leitores On Line